Ateliê-Escola e EMEF Carlos de Andrade Rizzini: uma parceria de longa data

rizzini2Desde 2011, o Instituto Eurofarma investe na educação das crianças que estudam em escolas públicas por meio de seus três projetos: Matéria-Prima São Paulo, Matéria-Prima Itapevi e Ateliê-Escola. Foram anos de muito aprendizado, muito crescimento, muita risada e muitas coisas boas para todos os envolvidos – educadores, crianças, escolas… E é com muita alegria que a gente vê iniciativas legais acontecerem nas escolas com as quais a gente convive. Neste caso, na EMEF Carlos de Andrade Rizzini.

A escola, que faz parte do Ateliê-Escola, vem adotando um modelo muito semelhante ao do Matéria-Prima: as crianças estudam no seu horário normal e, no contraturno, participam de atividades e oficinas oferecidas pela própria escola – o que aproxima o Rizzini da educação em tempo integral. Ainda assim, as atividades do Ateliê-Escola continuam a acontecer no turno escolar.

Em outras palavras, um aluno do turno da manhã do Rizzini tem suas aulas normais e também participa do Ateliê-Escola no período de estudos. No horário da tarde, ele conta com diferentes oficinas dadas pela própria escola. O mesmo vale para as turmas da tarde, mas na ordem contrária.rizzini3

Além de contar com o Ateliê-Escola por meio dos ateliês Canto em Grupo, Era uma vez… e Ateliê Digital, a EMEF oferece no contraturno oficinas de teatro, circo, judô, xadrez, entre outras. “Os assuntos das nossas oficinas são diferentes do Ateliê-Escola, pois o foco das aulas é outro”, afirma a diretora do Rizzini, Kátia Maria Vicente.

A educadora conta que a ideia das oficinas no contraturno veio do objetivo de despertar habilidades e competências nos meninos e meninas. Os alunos participam de quatro oficinas diferentes por dia. As turmas têm entre 20 e 35 alunos de 6 a 14 anos – ou seja, são direcionadas a estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

11874430123_c094157143_oEnquanto isso, o trabalho do Ateliê-Escola continua por lá. “Abraçamos o Ateliê-Escola por já sabermos, de experiências anteriores, que o trabalho com diferentes linguagens desenvolve aspectos dos quais só a sala de aula não dá conta. Aumenta a integração social, respeito, disciplina e muito mais”, explica.

A união entre o Ateliê-Escola e a EMEF Carlos de Andrade Rizzini já tem mais de três anos. Para Kátia, essa parceria é muito positiva, pois todas as atividades influenciam diretamente na aprendizagem das crianças, além de reforçar sua responsabilidade social.

Publicado em março 12, 2014, em Ateliê-Escola e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: