Arquivo do autor:marciolozano

Apresentações sacodem as escolas!

No mês de maio, o Ateliê Som e Movimento levou apresentações de maracatu para os recreios das EMEFs Carlos de Andrade Rizzini, João Gualberto A. Carvalho, Laerte Ramos Carvalho e Prof. Maria Lúcia dos Santos.

O objetivo era convidar os estudantes para participar das atividades desenvolvidas no Ateliê-Escola, durante o contraturno. Os ateliês acontecem entre 12h e 13h30 para 120 alunos do ensino fundamental nas dependências das unidades escolares e em parceria com o Programa Ampliar, da Secretaria Municipal de Educação. “O objetivo é iniciar as crianças no mundo da música por meio das brincadeiras populares, por isso escolhemos o Maracatu de Baque Virado”, explica Mônica Santos, educadora do Ateliê-Escola.

A iniciativa conta também com a parceria do Projeto Calo na Mão, que forneceu instrumentos musicais para as aulas. “Emprestamos 12 tambores e estamos construindo mais 12, menores e mais leves, especialmente para as crianças. Queremos acompanhar o desenvolvimento das atividades, e é também um pedacinho da gente nas escolas”, conta Luis Gustavo Silviano coordenador do Calo na Mão.

Confiram notícias sobre as apresentações publicadas nos blogs da EMEF Prof. Maria Lúcia dos Santos e EMEF Laerte Ramos de Carvalho.

Acervo de histórias de vida

Este ano alunos das 10 turmas participantes do Ateliê Digital estão criando um acervo de histórias de vida.

Os estudantes convidaram outros alunos, professores e funcionários das escolas para contar histórias de infância. Mais de 60 histórias já foram gravadas!

Segundo Adriana Tadeu Magalhães, diretora da EMEF Alferes Tiradentes, os convites feitos aos funcionários e professores agitaram a escola: “Estou nervosa para a gravação, preciso contar uma história muito bacana para as crianças”.

Confira uma delas, contada pela professora Renilda Durães Viana da EMEF Carlos de Andrade Rizzini.

Música no CEU

Turmas do Canto em Grupo durante apresentação no Seminário Regional de Educação Santo Amaro

No dia 23 de agosto os coros da 3ª A e 3ª B da EMEF João Gualberto se apresentaram no Seminário Regional de Educação Santo Amaro. O evento, organizado pela Diretoria Regional de Educação de Santo Amaro, teve a participação de cerca de 450 professores das escolas da Prefeitura de São Paulo.

Segundo Daniel Reginato, coordenador do Ateliê Canto em Grupo, o clima era de puro contentamento: “Ficamos muito felizes com o convite e foi uma ótima oportunidade para apresentar o trabalho que estamos realizando. A apresentação foi no CEU Alvarenga e foi a primeira vez que as crianças saíram da escola para se apresentar no palco de um teatro”.

A 3ª A e 3ª B da João Gualberto participam do Ateliê Canto em Grupo todas as terças-feiras como parte do Instituto Eurofarma, no Ateliê-Escola.

Confira um trechinho da apresentação:

Quem conta um conto aumenta um ponto

O Ateliê Matéria-Prima no Ar está desenvolvendo um projeto de pesquisa sobre contos populares. Os jovens participantes pesquisaram com seus pais e amigos histórias que eles conheciam. Podia ser “de verdade”, podia ser de mentirinha. Ou até aquelas histórias que muita gente acha que é mentira, mas tem gente que jura de pé junto que é verdade. Eles reescreveram as histórias, ilustraram, narraram e postaram no blog do Matéria-Prima no Ar.  Tudo foi feito pelas crianças, desde a pesquisa até a publicação. É claro que elas tiveram a ajuda competente da educadora Renata Mello, responsável pelo Ateliê. Confiram. A história do “Sapo Apaixonado” é uma graça.

Veja mais no Blog Matéria Prima no Ar

Conheça o Ateliê-Escola

O Ateliê-Escola é uma iniciativa do Instituto Eurofarma.

Trata-se de uma ação educativa realizada em escolas públicas para estudantes do Ensino Fundamental, preferencialmente para alunos entre 6 e 11 anos de idade (2º ao 5º ano). As atividades estão divididas por ateliês, que são realizados de acordo com as agendas estabelecidas com as escolas. Cada ateliê é dirigido a áreas específicas e, dessa maneira, pode contribuir com os objetivos de aprendizado de cada uma delas. Os estudantes e professores participantes também recebem materiais didáticos concebidos para auxiliarem no desenvolvimento dos temas, principalmente por meio da produção escrita e pesquisa.

Os ateliês realizados são:

Ateliê Era Uma Vez…

Contação de histórias em sala de aula.

Área relacionada: Língua Portuguesa

Como acontece?

As contadoras visitam a sala de aula (ou sala de leitura) para contar histórias. O tipo de contação escolhido é a contação colaborativa, proposta por Kiara Terra. Ao longo de toda a história, as contadoras solicitam de maneira criativa a participação das crianças, que dão nome aos personagens, definem suas características, etc. Ao longo do semestre, cada sala de aula participa de 3 contações diferentes, cada ateliê dura de 50 a 60 minutos.

Canto em Grupo

Formação de coros infantis.

Área relacionada: Música

Como acontece?

As turmas participantes do Canto em Grupo recebem, uma vez por semana, a visita de um músico profissional que conduz as atividades planejadas. O objetivo do Ateliê é iniciar as crianças no mundo da música por meio da formação de coros infantis. Cada ateliê dura 60 minutos.

Ateliê Digital

Áreas relacionadas: Língua Portuguesa e Estudos Sociais

Como acontece?

As turmas participantes do Ateliê Digital recebem, semanalmente, a visita de um educador que conduz as atividades. O objetivo geral do ateliê é ensinar os estudantes a usar a Internet como meio para pesquisa e como lugar de divulgação de suas produções (textos, blogs, pesquisas, etc). Os projetos desenvolvidos são elaborados em consenso com a equipe do Ateliê Digital e os professores das turmas.

Os jovens aprendem a construir blogs, captar imagens de vídeo, fazer upload de imagens e textos e usar a internet como fonte de pesquisa e de divulgação para ações com funções sociais importantes.

As atividades do Ateliê acontecem nos laboratórios de informática e em outros espaços propícios ao desenvolvimento dos projetos definidos. Cada Ateliê dura 60 minutos.

Som & Movimento

Áreas relacionadas: Educação Física e Estudos Sociais

Como acontece?

As turmas participantes do Ateliê Som & Movimento recebem, semanalmente, a visita de um arte-educador profissional que conduz as atividades. As atividades são realizadas na quadra ou em qualquer outro espaço apropriado para a realização de atividades corporais.

No Ateliê, são trabalhados jogos cooperativos, danças populares, brincadeiras de quadra, etc. Cada ateliê dura 60 minutos.

Artes, Jogos e Brincadeiras

Brincadeiras daqui e de lá

Áreas relacionadas: Artes, Estudos Sociais, Matemática e Língua Portuguesa

Como acontece?

O Ateliê Artes, Jogos e Brincadeiras: Brincadeiras daqui e de lá conta com quatro temas para conduzir as crianças no aprendizado sobre brincadeiras populares e elementos da cultura e da arte de povos das Américas, da África e Ásia.

Os temas são: os indígenas do Brasil e a cultura popular do Brasil, a África, o Japão, o México e as civilizações pré-colombianas.

No desenvolvimento das atividades os estudantes aprenderão a localização geográfica desses grupos ou países, as características de sua população, brincadeiras, tradições, etc.

As etapas acontecem da seguinte maneira: nos dois primeiros encontros, os arte-educadores visitam a sala de aula e trabalham com as crianças sobre o país-tema. No último encontro, uma sessão de cinema, ou um evento especial, acontece para fechar a etapa. Todos os equipamentos são providenciados pelo Instituto Eurofarma. Cada etapa dura 3 encontros com cerca de 60 minutos, que são realizados numa única semana (segunda, quarta e sexta).

Vamos ao teatro!

A meninada do Matéria-Prima São Paulo foi convidada pelo Instituto Eurofarma para assistir à peça infantil “O Fantástico Circo de Pulgas Elétricas em: O Despertar das Cores”, uma das peças teatrais que tem o apoio da Eurofarma. Meninos e meninas se divertiram conhecendo a vida de um par de pulgas a fim de fazer sucesso.

Confira alguns trechos da peça: