Arquivo da categoria: Ateliê de Linguagem

Um pouco de cada ateliê nos encontros de pais do MP Itapevi

O segundo semestre contou com mais cinco encontros de pais no Matéria-Prima Itapevi (veja como foram os encontros do primeiro semestre). Cada encontro teve cerca de 60 participantes, que puderam conversar com a coordenação sobre as atividades realizadas no MP Itapevi e conhecer os ateliês, além de tomar um delicioso café da manhã. Olha só o que rolou em cada um deles!

6º encontro: No dia 1º de agosto, a coordenação apresentou aos pais as atividades do semestre. Em seguida, as educadoras do Ateliê de Linguagem Maria Lúcia Vidal e Catiusca Borges exibiram a animação “O Farol” e discutiram alguns temas abordados no filme, como vínculos entre pais e filhos e a relação com o mundo e com os outros. Elas também falaram sobre o Ateliê e como foram as atividades com cada turma no primeiro semestre. Para finalizar, os participantes confeccionaram cartões com o tema “O que desejo para meu filho/minha filha?”, que foram expostos na sede do MP Itapevi.

7º encontro: Os pais conheceram a técnica de enfermagem do Instituto Eurofarma Priscila Carvalho de Oliveira, que contou sobre o trabalho que realiza no MP Itapevi. O encontro do dia 29 de agosto também colocou todos os participantes para pôr a mão na massa! O educador Bruno Helvécio, do Ateliê Itapevi + Verde, falou sobre um tema bem discutido atualmente, que é a captação de água da chuva. Além de conferir vídeos e uma cartilha sobre o tema, todo mundo ajudou na manutenção e na ampliação do encanamento da cisterna do MP Itapevi, com a medição dos encanamentos, a preparação dos canos, a criação de dois sistemas de descarte e a higienização da água.

8º encontro: O encontro seguinte foi realizado em 25 de setembro, e foi a vez da educadora Simone Medeiros apresentar o Ateliê de Percussão. Ela explicou a origem do maracatu de baque virado, que as crianças estão praticando neste ano, e falou sobre o produto final do Ateliê: um cortejo pelas ruas de Itapevi. A coordenação ainda apresentou a consultora pedagógica da Eurofarma Ariane Cibele Evangelista Duarte, que está acompanhando as atividades no MP Itapevi.

9º encontro: O encontro do dia 31 de outubro começou com uma conversa entre os pais e a coordenação sobre o andamento dos ateliês. Depois, o educador Edson Santos falou sobre o Ateliê de Capoeira, convidando os participantes a fazer um alongamento e alguns movimentos da capoeira. O dia foi encerrado com uma apresentação de integrantes do grupo ABADÁ-CAPOEIRA, do qual Edson faz parte.

10º encontro: Para fechar o ano, no dia 28 de novembro a coordenação falou com os pais sobre os trabalhos feitos ao longo do semestre e ressaltou a importância da presença deles nos encontros. Os participantes do Ateliê Matéria-Prima Encena fizeram uma apresentação de teatro de sombras com a história “O pote vazio”, da autora Demi. No final, a educadora Renata Melo e a garotada do Ateliê Matéria-Prima no Ar apresentaram a 6ª edição da revista eletrônica “Abre-te Cérebro!”.

Criação de diferentes tipos de texto no Ateliê de Linguagem

Dois grupos do Ateliê de Linguagem, do Matéria-Prima Itapevi, conheceram na prática o trabalho de um jornalista! É que as turmas estão estudando diferentes gêneros de texto: o literário, o jornalístico e o escolar. E os grupos com a garotada de 10 e 11 anos e de 12 e 13 anos produziram suas próprias notícias e entrevistas.

O primeiro grupo, com crianças de 10 e 11 anos, leu diversas notícias e analisou como elas são compostas. Depois chegou o momento de investigar algum acontecimento na cidade que poderia virar notícia. O assunto escolhido foi a reforma das calçadas no centro de Itapevi. A turma pesquisou bastante e ainda entrevistou o vereador Antonio Carlos de Paulo (Toni da Gente) e seu comitê, que visitaram o MP Itapevi para conversar com as crianças. Elas organizaram seus textos em duplas para depois escrever uma única notícia coletivamente.

Já a turma dos jovens de 12 e 13 anos tinha como missão saber mais sobre a história do MP Itapevi por meio de entrevistas com pessoas ligadas ao projeto. Antes de pegar o bloquinho e o gravador, o pessoal leu e assistiu vídeos de entrevistas e montou roteiros de perguntas. Eles conversaram com funcionários e educadores que estão há bastante tempo no MP Itapevi. A garotada não só fez e gravou as entrevistas como também aprendeu a transcrevê-las e transformá-las em um texto final. Tanto a notícia quanto as entrevistas serão expostas em um mural no MP Itapevi!

Os textos que os outros dois grupos estão estudando são diferentes, mas também têm atividades muito bacanas. As crianças mais novas, entre 7 e 9 anos, praticam a leitura com receitas. Elas leem, dão suas opiniões e fazem exercícios para localizar algumas palavras no texto. Teve uma aluna que até copiou algumas receitas para levar para casa! O jeito que a receita é escrita, como uma lista de instruções, é mais simples para os pequenos identificarem as palavras e exercitarem a leitura rápida, já que muitos aprenderam a ler há pouco tempo.

O último grupo é formado por participantes de 9 a 13 anos com um foco maior em praticar a escrita. E os próximos textos que eles vão criar serão verbetes de enciclopédia! É um tipo de texto que as crianças estão familiarizadas, porque consultam para estudar e fazer pesquisas para a escola. A ideia é que a meninada crie seus próprios verbetes sobre animais.

Semana cheia de atividades para começar o semestre

O segundo semestre começou no Matéria-Prima Itapevi com atividades diferentes nos ateliês! No primeiro dia da semana de boas-vindas, que aconteceu entre 27 de julho e 1º de agosto, a equipe toda do MP Itapevi compareceu para receber as crianças. Depois do café da manhã, elas brincaram no pátio e conheceram a programação da semana.

No Ateliê de Linguagem os participantes produziram cartões com o tema “Pequenas felicidades indescritíveis”. Eles escreveram sobre uma atividade que os deixa muito felizes quando fazem ou veem alguém fazendo. As crianças também participaram de uma gincana de matemática muito divertida!

A garotada do Ateliê Arte na Cidade fez desenhos usando esquadros para começar a ampliar ilustrações em placas de MDF. Já os pequenos do Ateliê Matéria-Prima Encena usaram diferentes objetos para fazer jogos teatrais. O Ateliê Itapevi + Verde levou as crianças para cuidar dos jardins do MP Itapevi e da EE Paulo de Abreu.

O tema do primeiro encontro no Ateliê Matéria-Prima no Ar foi a brincadeira da caneta, que estourou no mundo todo há alguns meses e foi um assunto muito comentado entre as crianças do MP Itapevi. Os participantes do ateliê assistiram a um vídeo que analisa essa brincadeira de uma forma científica.

No Ateliê Percussão aconteceu o primeiro ensaio de naipe, muito aguardado pelas crianças! A partir de agora, cada uma delas vai se concentrar na dança ou no instrumento que escolheu tocar. E o pessoal do Ateliê Canto em Grupo fez uma brincadeira inspirada na dança do bambu, popular em algumas Festas Juninas do interior de São Paulo. Nessa dança, alguns participantes movimentam bambus no chão enquanto outros fazem uma coreografia sem pisar neles. Na versão do ateliê, os pequenos movimentaram bastões e usaram os dedos da mão como dançarinos.

A semana de boas-vindas foi encerrada com a participação dos pais e responsáveis no encontro de pais, realizado no dia 1º de agosto. Eles conversaram com a coordenação do MP Itapevi sobre as atividades do semestre e conheceram melhor o Ateliê de Linguagem. As educadoras Maria Lúcia Vidal, Catiusca Borges e Renata Melo apresentaram a animação “O Farol” e convidaram os familiares a escrever um cartão com o tema “O que desejo para meu filho/minha filha?”. Todos os cartões serão expostos na sede para as crianças!

Conheça o Ateliê de Linguagem, dedicado a língua portuguesa e matemática

Neste ano o pessoal do Matéria-Prima Itapevi passou a contar com um novo ateliê: o Ateliê de Linguagem. Nele, os participantes fazem atividades de língua portuguesa e matemática para ampliar a capacidade de leitura e escrita e desenvolver o raciocínio lógico. Todas as crianças do MP Itapevi participam desse ateliê duas vezes por semana, divididas em turmas com níveis diferentes.

Em cada turma, são formados grupos de quatro pessoas para fazer os exercícios. Assim, as crianças podem se ajudar com as dificuldades e trocar ideias sobre as atividades. “Quem ajuda também aprende, porque tem que pensar o conteúdo de uma maneira diferente para ajudar a resolver a dúvida do colega”, diz a educadora Maria Lúcia Vidal, que é responsável pelo ateliê junto com as educadoras Catiusca Borges e Renata Melo.

As atividades de língua portuguesa se baseiam em diferentes gêneros textuais, explorando a linguagem e a estrutura dos textos. Neste semestre, as turmas estão conhecendo crônicas, contos, fábulas, notícias, entrevistas e comentários de notícias – e elas também têm que criar seus próprios textos nesses gêneros. As crianças menores, que estão em fase de alfabetização, fazem textos coletivos e os leem para os colegas. Já as maiores escrevem individualmente e ajudam a revisar os textos umas das outras.

Os exercícios de matemática são feitos em forma de desafios, jogos e questões envolvendo números, grandezas, fórmulas… O importante é pensar bastante para chegar nos resultados! “Nesse ateliê, os participantes produzem o tempo todo. Lançamos desafios e colocamos eles na posição de leitores e escritores, sempre respeitando o tempo de cada um para fazer as atividades”, explica Maria Lúcia.

O ateliê não para por aí! Nos outros dias, as crianças preenchem o Diário do MP, um caderno para registrar tudo o que elas fizeram nos outros ateliês do MP Itapevi. Ao final de cada ateliê, a garotada cria textos para responder perguntas como “O que foi que fizemos hoje?”, “As atividades que nós fizemos hoje me fizeram pensar em…” e “Durante este ateliê eu descobri que…”, e completam com um desenho da atividade do dia.