Arquivo da categoria: Canto e Percussão

Apresentações do Matéria-Prima no Festival Eurofarma

Quatro unidades da Eurofarma em São Paulo e Itapevi conheceram um pouquinho do que aconteceu nos ateliês do Matéria-Prima São Paulo e Itapevi em 2014 durante o Festival Eurofarma. Realizado entre os dias 1º e 4 de dezembro, o evento contou com apresentações de quatro ateliês nos espaços das unidades Itapevi, Freguesia do Ó, Campo Belo e Interlagos e alegrou a rotina dos colaboradores!

O Ateliê Matéria-Prima Encena, do MP Itapevi, fez um happening – aquela intervenção artística cheia de expressões e movimentos – sobre medo e coragem. A apresentação, orientada pela educadora Renata Melo, foi feita para as crianças da creche da Eurofarma. Já o Ateliê Percussão, também do MP Itapevi, fez um lindo cortejo de maracatu nas praças das unidades, acompanhado pela educadora Simone Medeiros.

As apresentações do MPSP ficaram por conta do Ateliê Canto em Grupo e foram organizadas pelos educadores Daniel Reginato e Camila Queiroz. Um dos grupos cantou músicas de Dorival Caymmi e Tom Jobim que falam sobre a natureza, e que fazem parte do percurso “Canções da Mata ao Mar”. E as outras apresentações, com canto e percussão corporal, eram parte do percurso “Canto das Águas”, com músicas brasileiras sobre a importância da água.

Apresentação de maracatu na Feira do Empreendedor em Itapevi

Os participantes da 1ª Feira do Empreendedor, em Itapevi, tiveram uma surpresa muito legal durante o evento. As crianças do Ateliê de Percussão do Matéria-Prima Itapevi fizeram uma apresentação de maracatu, orientadas pela educadora Simone Medeiros.

A Feira aconteceu no dia 12 de setembro no Espaço Cultural 930 e reuniu cerca de 150 pessoas. Foi um evento dedicado aos alunos do CEMEB Governador André Franco Motoro que participaram do programa Jovem Empreendedor, oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da cidade.

Encerramento do Matéria-Prima: Itapevi

Depois de um 2013 tão produtivo, vale a pena fazer uma retrospectiva das produções realizadas pelas crianças que participam do Matéria-Prima Itapevi. O encerramento do ano contou com assembleia, 10° Encontro de Família e passeio dado pelo Instituto Eurofarma!

Assembleia

Na última assembleia do ano do dia 6 de dezembro, as crianças detalharam suas atividades nos ateliês e contaram como as práticas adquiridas ao longo do ano contribuíram para o conhecimento delas, e também sugestões para melhorar o refeitório.

Uma semana antes, as crianças haviam escolhido representantes para cada ateliê. Durante a assembleia, esses representantes contaram sobre as atividades que os grupos mais gostaram e o que eles desejavam realizar novamente.

Música e participação dos pais

No dia 7 de dezembro, o Matéria-Prima Itapevi recebeu o último Encontro de Família de 2013, que contou com apresentações e produções realizadas pelos integrantes dos ateliês com cerca de 150 participantes no evento.

Durante o encontro, pais e alunos viram juntos a 4ª edição da revista eletrônica Abre-te Cérebro!, elaborada pelas crianças do ateliê Matéria-Prima no Ar. No mesmo dia, todos assistiram ao teatro de bonecos “Rapto no Vilarejo Encantado”, realizado pela turma do ateliê Matéria-Prima Encena.

Também teve música, com a apresentação das crianças do Ateliê Livre de Canto e Percussão. Elas mostraram para colegas e pais alguns ritmos regionais das festas populares do Brasil. O destaque dessa apresentação foi o maracatu que rolou durante o Encontro de Família com gosto de “quero mais” – já que a criançada falou que quer realizar mais performances como esta!

Passeio

Brincar, comer muita coisa gostosa e ter diversão garantida. Quem não curte? No dia 10 de dezembro, a turma do Matéria-Prima Itapevi fechou com chave de ouro as atividades dos ateliês em um buffet infantil. Como presente de Natal, o Instituto Eurofarma levou 120 pequenos para aproveitar os brinquedos em grande estilo. A criançada adorou o passeio. A diversão foi tanta que até os educadores participaram da festa e se jogaram nos brinquedos!

Pinhole na Av. Paulista, visita ao Auditório Ibirapuera e oficina de maracatu

Você sabe o que é pinhole? É uma espécie de máquina fotográfica sem lente, que qualquer pessoa pode fazer e que é a mãe da máquina fotográfica moderna. É possível construir um pinhole usando uma caixa ou lata qualquer em que a luz não entre e fazendo nela um furo. E foi com pinholes produzidos durante as atividades do Matéria-Prima Itapevi que a meninada dos ateliês Matéria-Prima No Ar e Livre de Canto e Percussão da manhã tiveram um dia cheio de coisas legais!

Foi um sábado muito gostoso, 19 de outubro, em que as crianças visitaram vários locais de São Paulo. Tudo começou no vão do MASP, na Avenida Paulista. O pessoal do Matéria-Prima No Ar usou os pinholes para fazer fotos que estarão em uma matéria da IV edição da revista eletrônica Abre-te, Cérebro!. A escolha do local foi feita por eles após uma pesquisa.

Pinrolle Av. Paulista

 

Depois, as crianças seguiram para o Parque do Ibirapuera, onde os participantes do Ateliê Livre de Canto e Percussão visitaram o Auditório Ibirapuera para conhecer a Escola do Auditório Ibirapuera. Eles conheceram os espaços e puderam assistir a um pouco do ensaio da orquestra e do coro, ambos formados por crianças e jovens.

Auditório

 

Auditório (1)

 

Por último, foram à EE Professor Antonio Alves Cruz participar da Oficina de Maracatu – uma atividade livre e aberta que é realizada todos os sábados na escola desde 2002. As crianças do ateliê se juntaram ao grupo para tocar e dançar, e foi uma ótima oportunidade para conhecerem espaços diferentes de vivência musical!

Percussão

 

Percussão (1)

Dia das Crianças é comemorado com festa à fantasia em São Paulo e Itapevi

O Dia das Crianças foi muito especial no Matéria-Prima Itapevi e São Paulo: teve festa à fantasia, uma reivindicação feita durante as assembleias.

No MPSP a comemoração aconteceu na quinta-feira, 10 de outubro de 2013, e contou com a presença de todos os participantes e educadores. E os ateliês se somaram à festa! As crianças se caracterizaram, com direito a desfile, e ainda levaram um DJ para animar o som: Seu João, pais das participantes Ana Luiza e Maria Fernanda. O cardápio do dia também foi diferente: cachorro quente, pizza, suco e sorvete. Hummm…

Os integrantes do Ateliê Som e Movimento convidaram cinco crianças do grupo “Pequenos Gideões” para se apresentar com o educador César Pedrosa em uma roda de capoeira no pátio do Matéria-Prima. Todos gostaram muito!

No Matéria-Prima Itapevi a festa à fantasia foi na sexta-feira, 11 de outubro de 2013, durante todo o dia, com os educadores e participantes do MP. Durante a semana as crianças decoraram a área externa junto com a educadora Roberta Soares. Ficou linda! O Ateliê Livre de Canto e Percussão abriu a festa, que contou com muita música, brincadeiras e um cardápio especial.

Tanto em São Paulo quanto em Itapevi, os ateliês do dia foram mais curtinhos, com algumas atividades simultâneas. Por exemplo: enquanto o Ateliê de Cultura Digital terminava uma gravação, as outras crianças estavam fazendo o desfile.

Ao final do dia, todas as crianças receberam presentes do Instituto Eurofarma: as meninas ganharam uma bola de vôlei e um relógio e, os meninos, uma bola de futebol e um relógio.

Brincadeiras e comida típica na tradicional festa junina do Matéria-Prima

Teve festa junina no Matéria-Prima! No dia 27 de junho de 2013 a festa foi no MPSP, com quadrilha e música ao vivo! Já no dia 28, a vez foi do MP Itapevi, com destaque para a apresentação dos participantes dos ateliês Canto e Percussão e Libras. Todos foram vestidos com roupas típicas e as bandeirinhas coloridas decoraram o lugar.

Em São Paulo, as crianças e os educadores participaram de uma grande quadrilha, animada por um trio de sanfona, zabumba e triângulo! Teve pescaria, tomba-lata, boca do palhaço, corrida do saco, das três pernas, dança das cadeiras e brincadeira da laranja. Os doces tradicionais, assim como a pipoca e o milho cozido, completaram a festa. Nos dois períodos, mais de 240 pessoas passaram por lá.

Em Itapevi, a sede do Matéria-Prima também estava em total clima junino: crianças e educadores vestidos a caráter, comidas típicas e brincadeiras. E como as festas juninas são características do Nordeste, não poderiam faltar as músicas de lá! Por isso, as crianças do Ateliê Livre de Canto e Percussão se apresentaram acompanhados de um sanfoneiro. Na música “Sonho de papel”, os participantes do Ateliê Livre de Libras contribuíram com a apresentação, interpretando a letra. 120 pessoas participaram da festa.