Arquivos do Blog

Um espaço para dizer o que se pensa e propor melhorias

No Matéria-Prima Itapevi, consideramos essencial para a formação das crianças que elas aprendam a participar, a questionar tudo aquilo que acontece no projeto. Um dos espaços assegurados para essas discussões, questionamentos e proposições é a assembleia, que é realizada três vezes por ano.

As assembleias acontecem assim: uma semana antes, as crianças são convidadas a preencher uma ficha (que contém uma versão bem simplificada de uma análise SWOT) dizendo o que acham que é mais legal no MP Itapevi, o que não é tão legal e precisa ser melhorado para que fique bom para todos e o que elas podem fazer para melhorar o que não está bom. Essas fichas são preenchidas no horário livre ou em casa, para que elas possam pensar com calma e escrever suas observações e proposições. No dia da assembleia, elas se sentam no pátio, acompanhadas da equipe do MP Itapevi, para expor seus questionamentos e proposições e ouvir o que seus colegas têm a dizer.

Durante a assembleia, os educadores e gestores do projeto também têm a chance de mostrar às crianças como funciona o projeto, as razões pelas quais algumas decisões são tomadas e quais são os esforços necessários para alterar determinados procedimentos. Assim, as crianças têm a chance de compreender melhor o funcionamento do projeto e a avaliar com mais dados e embasamento o que acontece ali e por quê.

Praticar com as crianças esses procedimentos de análise e participação é uma das orientações que funda o modelo de educação adotado pelo Matéria-Prima Itapevi. Criar e manter nas crianças essa disposição crítica é um dos valores mais caros à equipe do projeto.

A 1ª assembleia de 2017 foi realizada no dia 9 de março. A coordenação do projeto apresentou os principais temas abordados na última assembleia de 2016, em novembro, e deu um retorno sobre cada um deles, como os problemas na fila do almoço e as sugestões para acabar com elas que foram acatadas pela coordenação. Dentre os tópicos mais discutidos estiveram o uso indevido dos banheiros (jogar papel dentro do vaso, deixar o chão molhado…) as conversas desnecessárias nos ateliês e o tempero usado na preparação dos alimentos. Além disso, as crianças mais velhas propuseram que as crianças mais novas aprendam a guardar os brinquedos depois de brincarem, para que eles não fiquem jogados pelo projeto. A próxima assembleia deve acontecer em agosto.

Assembleia reúne crianças e educadores no MP Itapevi

A última assembleia do ano no Matéria-Prima Itapevi aconteceu no dia 16 de novembro. Alguns dias antes, as crianças receberam um papel para responder o que mais achavam legal no MP Itapevi, o que não é legal e precisa ser melhorado e o que elas podem fazer para melhorar o que não está bom. No dia, todas levaram suas anotações e compartilharam suas respostas, além de opinar sobre as respostas dos colegas. Elas discutiram sobre os ateliês, o horário livre, as refeições, bullying, entre outros tópicos.

Os educadores Bruno Helvécio, Fúlvia Marchezi, Marcio Maracajá e Renata Melo anotaram as respostas das crianças em três campos: “Fortalezas”, “Fraquezas” e “Oportunidades”. Agora, a equipe do projeto irá analisar as sugestões para elaborar um documento de propostas e princípios para o MP Itapevi, que será compartilhado com as crianças.

Boas-vindas às crianças e encontro com os pais

O segundo semestre no Matéria-Prima Itapevi começou com uma semana de boas-vindas. Entre os dias 1 e 5 de agosto os ateliês prepararam atividades especiais voltadas ao tema “delicadeza”. Crianças e e educadores também se reuniram no dia 4 para a 2ª assembleia do ano. E em 27 de agosto foi realizado o 7º encontro de pais, com a segunda etapa da oficina de bonecos do Ateliê Matéria-Prima Encena.

Pais, crianças e toda a equipe participam do início das atividades no MP Itapevi

2016 começou a todo vapor no Matéria-Prima Itapevi, com dois encontros de pais, uma assembleia e muitas atividades para dar as boas-vindas às crianças! Os encontros de pais aconteceram em 13 e 27 de fevereiro, com cerca de 60 participantes em cada um. O primeiro encontro foi com a coordenação do MP Itapevi, que falou sobre as atividades do ano, indicou os ateliês que cada criança irá frequentar e apresentou a equipe. Quem conduziu o segundo encontro foi a educadora Simone Medeiros. Ela contou sobre o tema deste ano do Ateliê de Percussão, que é o maracatu de baque virado, e explicou sua origem, instrumentos e figurino.

No dia 15 de fevereiro começou a semana de acolhimento do MP Itapevi. Toda a equipe estava lá para receber os 120 participantes, incluindo 36 novas crianças. Depois de um café da manhã e de brincadeiras no pátio, a coordenação conversou com a turma sobre a programação da semana e o que irá acontecer em 2016. A garotada ainda conheceu as regras do MP Itapevi na primeira assembleia do ano, com o tema “Normas e acordos de convivência em 2016”.

As atividades envolveram diversos ateliês. O educador Edson Santos, do Ateliê de Capoeira, fez um aquecimento com os meninos e meninas. A partir de um poema chamado “Sonho”, as crianças foram convidadas pelas educadoras Maria Lúcia Vidal, Catiusca Borges e Renata Melo, do Ateliê de Linguagem, a escrever três sonhos que gostariam de realizar neste ano.

O dia 16 foi dedicado a jogos musicais e teatrais e a uma oficina de grafite, com os educadores Daniel Reginato (Ateliê de Canto), Renata Melo (Ateliê Matéria-Prima Encena) e Roberta Fortunato, a nova educadora do Ateliê Arte na Cidade. Para encerrar a semana de acolhimento, o MP Itapevi recebeu a visita do recreador Roberto Lacava e da educadora Luana Batista, do Ateliê-Escola, para uma tarde muito divertida e repleta de brincadeiras!

Última semana no MP Itapevi tem homenagens, piquenique e assembleia

A última semana de atividades no Matéria-Prima Itapevi foi repleta de momentos de muita diversão! Entre 30 de novembro e 4 de dezembro teve homenagens para os educadores e crianças, um piquenique com frutas no jardim, amigo chocolate, atividades diferentes em cada ateliê e um almoço especial para o último dia.

No dia 2 também aconteceu a última assembleia do ano, que teve como tema “O que você aprendeu nesse ano de 2015”. Educadores e crianças falaram sobre as atividades que fizeram durante o ano e o que aprenderam com os ateliês. Para encerrar a assembleia, o educador Márcio Maracajá contou a história do livro “Como surgiram os vaga-lumes”, de Stela Barbieri e Fernando Vilela.

Boas-vindas com oficinas, brincadeiras e assembleia no MP Itapevi

Os 120 participantes do Matéria-Prima Itapevi tiveram uma recepção repleta de atividades na semana de boas-vindas, que aconteceu entre os dias 2 e 6 de fevereiro! Neste ano, chegaram mais 27 crianças para fazer parte dos ateliês – duas delas são filhos de colaboradoras da unidade Itapevi da Eurofarma.

A segunda-feira começou com um delicioso café da manhã, brincadeiras no pátio e a apresentação dos educadores e das atividades da semana. Depois, começou uma maratona de oficinas que durou até sexta-feira! Teve oficina de ginga (movimento da capoeira), de arte e imagem, da plataforma Scratch, de brincadeiras de linguagem, de jogos musicais e ritmos e de contação de histórias. Até um baile de máscaras foi organizado para divertir a garotada!

Na quinta-feira, foi o momento de todo mundo apresentar suas opiniões na primeira assembleia do ano. A turma foi dividida em grupos para discutir o tema da vez, que foi “Acordos de convivência 2015”. Eles combinaram as melhores formas de aproveitar os horários livres e os espaços coletivos do Matéria-Prima (refeitório, pátio e banheiros) para que todos sejam respeitados. Então, os grupos compartilharam suas ideias e escolheram os acordos finais.

E a semana foi encerrada com brincadeiras sobre os quatro elementos da natureza e muita música, com a oficina de coco de roda e ciranda, danças tradicionais do Nordeste brasileiro. Já deu para ter um bom gostinho do tanto de atividades legais que as crianças terão nos ateliês deste ano, não é mesmo?