Arquivos do Blog

Matéria-Prima Itapevi marca junho com encerramento e festa junina

O Matéria-Prima Itapevi encerrou as atividades do primeiro semestre em grande estilo. Primeiro, teve Encontro de Pais e, alguns dias depois, uma festa junina superanimada!

O Encontro de Pais aconteceu no dia 11 de junho, com aproximadamente 100 pessoas. A atividade começou com uma conversa sobre o que foi realizado no 1º semestre. Depois, os pais e crianças assistiram a um circuito de histórias contadas pelo pessoal do Ateliê Matéria-Prima Encena. Foram quatro grupos e seis apresentações.

Duas apresentações foram orientadas pela educadora Renata Melo. As crianças fizeram intervenções teatrais falando sobre medo e coragem no formato de “Manifestos do Medo” (produzidos por eles mesmos). O cenário e o figurino foram construídos com base em desenhos feitos ao longo do semestre.

Já o pessoal que tem ateliê com a educadora Suelen Ribeiro fez duas apresentações e duas contações de histórias. As encenações foram criadas pelas crianças, inspiradas no espetáculo Commedia Dell’Arte – um jeito improvisado de teatro popular. As contações de história foram baseadas em contos tradicionais: a “Branca de Neve e as sete Versões” e “Os quatro pares de sapatos de cinderela”.

Já no dia 14 de junho, rolou a tradicional festa junina do Matéria-Prima Itapevi. 120 crianças e educadores participaram da comemoração. O intuito foi encerrar as atividades do primeiro semestre com as crianças de um jeito descontraído e com muitas atividades!

Teve casamento caipira com brincadeira teatral, chamada de “Caipira Bebô”. A brincadeira contou com a participação dos integrantes do ateliê Matéria-Prima Encena e do educador Rodrigo Veloso. Depois, os pequenos participaram de uma quadrilha, animada por um trio de sanfona, zabumba e triângulo!

Além da dança e do casamento, a festa junina teve brincadeiras típicas (boca de palhaço, tomba-lata, pescaria, argola e dança das cadeiras), correio elegante, doces e pratos tradicionais, e premiação de Miss e Mister Caipirinhas.

Com tanta coisa boa assim, é impossível não começar o próximo semestre com gás total!

Era uma Vez… está renovado em 2014

Os educadores Lígia Borges e Márcio Maracajá usaram um jeito diferente de conduzir o Ateliê Era Uma Vez… no Ateliê-Escola em 2014. Além do envolvimento dos meninos e meninas, dando sugestões para a contação de histórias, agora há apresentações baseadas no que eles ouviram durante o semestre. A ideia é inovar, criar maior interação entre as turmas e também trazer mais dinâmica ao Ateliê.

As turmas que fazem o Ateliê com a educadora Lígia ouviram histórias durante o primeiro semestre e, ao final de cada conto, elas mesmas contavam as histórias ouvidas com acessórios em sala. No fim do semestre, a educadora elegeu uma história para ser contada para uma outra turma. Os alunos usaram os acessórios para encenar o conto escolhido e cada um fez um personagem – ficou bem parecido com uma peça de teatro. O pessoal dos 2º anos D e E da EE Amélia Moncon Ramponi, por exemplo, apresentou a história “O Dia em Que as Águas Mudaram”.

Já o pessoal da turma de Márcio fez algo um pouco diferente. Eles realizaram o “Banquete de Histórias” nas escolas – assim como acontece no Matéria-Prima. Os pequenos ouviram 5 histórias durante o semestre. No final do período, elegeram uma história, confeccionaram diferentes bonecos de papel kraft enfeitados e fizeram uma contação a partir destes bonecos. Foi parecido com o teatro de bonecos, onde cada um era um personagem.

O Ateliê Era uma Vez… é realizado em seis escolas: nas EMEFs Professora Maria Lúcia dos Santos, Alferes Tiradentes, Professor Laerte Ramos de Carvalho, Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré e João Gualberto do Amaral Carvalho e na EE Professora Amélia Moncon Ramponi. Os pequenos se divertem com o universo de contos, com muita animação e imaginação.

4ª Formação de Professores já começou no Matéria-Prima Itapevi

Desde o dia 13 de maio, aproximadamente 230 educadores participam da 4ª Formação de Professores do Matéria-Prima Itapevi na Secretaria Municipal de Educação. Este é um evento para os adultos – no caso, para os professores da região. Desde 2010, o pessoal do Matéria-Prima Itapevi reúne os professores da rede pública da cidade. Em 2014, o MP Itapevi atende os educadores que dão aulas para crianças de 4 a 5 anos ou que estão no primeiro ciclo escolar (1º, 2º e 3º anos). Os encontros seguem até 27 de maio e discutem especialmente a alfabetização e letramento dos pequenos.

Neste ano, o tema da formação é “Elementos das narrativas: Histórias de Medo e Coragem”. As aulas acontecem em dois momentos: um na parte da manhã (a partir de 8h) e outro à tarde (às 13h). Os educadores foram divididos em 4 grupos (A, B, C e D) e cada um participará de 3 encontros.

Quem está ministrando a formação é a contadora de histórias Kiara Terra. O encontro funciona como um curso, onde ela literalmente conta diferentes histórias para mostrar aos professores como eles podem abordar em sala de aula o tema “Histórias de Medo e Coragem”. Os encontros são regados a imaginação e até têm algumas encenações improvisadas!

No encerramento do dia 27 de maio, Kiara fará uma formação especial. Depois, todos os professores poderão dividir suas experiências.

Encerramento do Matéria-Prima: São Paulo

2013 foi um ano produtivo nos ateliês do Matéria-Prima São Paulo. Por isso, nada mais justo do que encerrar o ano com várias atividades – fechando com chave de ouro o último semestre. Teve apresentação para os pais, assembleia e passeio!

Integração com os pais

De 25 a 30 de novembro, as crianças mostraram suas produções para os pais, que puderam conferir de perto o resultado dos ateliês na sede do Matéria-Prima São Paulo. Lá, também deu para ver a pintura nas portas e sala de artes – realizada pelos integrantes do ateliê Arte para Todos – e os vídeos da TV MP, produzida no ateliê de Cultura Digital.

Teve capoeira, vernissage e muito mais – as crianças mostraram aos familiares um pouquinho do que foi produzido durante todo o segundo semestre de 2013. O pessoal do ateliê Era uma vez contou seus “Contos e Causos Caipiras” e “Banquete de Histórias Encantadas” com a ajuda de outros ateliês, que deram uma força no som, figurino e pesquisa.

Os pais também participaram das atividades. Na apresentação do ateliê Jogos e Brincadeiras, a criançada relembrou os tempos de infância dos mais velhos e os colocou para brincar os jogos de sua época!

Já a música ficou por conta do ateliê Canto em Grupo. As crianças fizeram a homenagem “Nosso Poetinha Vinícius de Moraes” e também receberam o Coral Tico Tico. Já a turma do ateliê Som e Movimento mostrou o melhor da capoeira e as crianças do ateliê Arte para Todos exibiram gravuras.

Assembleia 

A última Assembleia do Matéria-Prima São Paulo de 2013, que aconteceu no dia 5 de dezembro, foi sinônimo de organização, opinião e colaboração.

As crianças se reuniram para, coletivamente, dividir as experiências dos ateliês. Elas contaram o que produziram e aprenderam durante o semestre, e aproveitaram para dar sugestões para melhorar ainda mais o projeto! Como sempre, a colaboração dos pequenos foi fundamental para a discussão.

Passeio

Para fechar com chave de ouro nosso balanço positivo de 2013, vale relembrar a “balada com gincana” realizada no dia 11 de dezembro. O Instituto Eurofarma levou 198 crianças do Matéria-Prima São Paulo para aproveitar o dia em um buffet infantil com muita diversão.

As crianças adoraram o passeio e consideraram o dia como o melhor presente de Natal que o Instituto Eurofarma poderia oferecer. A diversão foi tanta que até os educadores participaram da festa e se jogaram nos brinquedos!

Formação de professores com Márcio Maracajá

Com a intenção de estimular os professores e professoras da EMEF Professora Isabel Vieira Ferreira, o Ateliê-Escola está promovendo, desde setembro, uma formação em contação de histórias. Ela acontece na Sala de Leitura, durante a Jornada Especial Integral de Formação, mais conhecida como JEIF. E sabe quem foi convidado? O contador de histórias Márcio Maracajá, educador do Ateliê Era uma Vez….

No primeiro encontro, Márcio contou uma história aos presentes e, depois de apresentar a proposta da formação, quase todos os professores aderiram. “E cada vez tem chegado mais gente! Os que não sabiam, os que estavam de férias, etc.”, conta Maracajá. Em média participam 22 professores e coordenadores.

Nos encontros – que acontecem nas terças e/ou quintas, de acordo com a disponibilidade da escola a cada semana – são usados materiais de interpretação e análise de diversos tipos de narrativas. Assim, todos discutem sobre como criar personagens, enredos e todos os elementos que envolvem boas histórias!

Maracajá propôs aos participantes que levassem à formação objetos do cotidiano. Em conjunto, eles dão um novo significado a cada um e, assim como faz o profissional, os usam para ilustrar as histórias que contarão aos alunos. Além disso, os professores também estão criando uma história coletiva, que até já tem herói: Natalino Abdias, um personagem do sertão piauiense, que tem como jornada encontrar o mar.

Ao final da formação – que somará 12 encontros – a proposta é que cada professor apresente aos seus alunos uma história, criada a partir dos novos elementos que aprenderam, e utilize os materiais comuns que foram transformados em pessoas, casas, sóis, nuvens, mares! As turmas de cada professor participante receberão o caderno “Elementos da Narrativa”, desenvolvido pelas crianças do Ateliê Era uma Vez….

Encontros de Família são realizados em Itapevi

Para aumentar ainda mais o comprometimento e a proximidade dos familiares das crianças do Matéria-Prima Itapevi com o projeto, dois Encontros de Família foram realizados neste mês de agosto. Na manhã do sábado, 10 de agosto de 2013, o destaque da reunião foi a apresentação do novo educador: o técnico de enfermagem formado pelo Instituto Eurofarma Douglas Pereira da Silva. Desde 1º de julho ele faz todos os dias um trabalho de promoção de saúde com as crianças do projeto – da mesma forma que a técnica de Enfermagem Talita Naider M. Santos faz no MPSP.

Ainda no sábado, o educador Gabriel Daher apresentou os trabalhos que as crianças realizaram no Ateliê Arte na Cidade – as fachadas revitalizadas no primeiro semestre e as propostas do segundo. Os familiares também participaram de uma atividade usando a técnica de pintura geométrica e abstrata. Todos produziram lindos quadros para levar para casa!

Já no dia 31 de agosto, o Encontro foi coordenado por Denise Cruz, educadora do Ateliê Era uma vez…. Ela mostrou aos familiares os trabalhos desenvolvidos pelas crianças e contou a história “Filosofia e sucesso”, chamando todo mundo para conversar sobre o tema. Os pais e responsáveis também responderam a uma pesquisa de satisfação.