Arquivos do Blog

Ateliê-Escola: acervo em vídeo de histórias de vida e arte nas escolas

Dois ateliês encerraram o primeiro semestre no Ateliê-Escola com produtos finais que deixaram sua marca nas escolas! O educador Lucca Cardoso orientou os participantes do Ateliê Cultura Digital no projeto “Retrato de classe”. As crianças filmaram depoimentos dos participantes do ateliê e de professores das EMEFs Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré, Professor Laerte Ramos de Carvalho e João Gualberto do Amaral Carvalho em que eles contam histórias marcantes de suas vidas. Os vídeos formaram um acervo digital de histórias, que foram exibidas nas escolas e podem ser assistidas neste link.

No Ateliê Arte para Todos, cada escola teve um projeto diferente, conduzidos pela educadora Fúlvia Marchezi. As crianças da EE Professora Amélia Moncon Ramponi se inspiraram no artista catalão Antoni Gaudí para restaurar 28 armários da escola com mosaico e pintura com tinta em spray. Os participantes do ateliê na EMEF Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré imaginaram seres de outro mundo e fizeram um desenho gigante de um deles, que foi pintado com giz de cera, colocado em placas de MDF e será instalado em uma parede da escola. E os muros da EMEF Carlos de Andrade Rizzini foram coloridos com ilustrações dos pequenos de seres rastejantes e voadores.

Anúncios

Colchas de retratos para enfeitar as paredes das escolas

As escolas das turmas participantes do Ateliê Arte para Todos, do Ateliê-Escola, serão enfeitadas com lindas colchas no final do semestre. O mais bacana é que as estampas das colchas serão os rostos das crianças do Ateliê, desenhados por elas mesmas! Mas antes de chegar a esse resultado final, elas estão fazendo diversas atividades para praticar a produção de seus autorretratos.

No começo do ano a garotada fez exercícios do caderno Elementos do Desenho, que explora noções básicas de desenho como linhas e pontos. A educadora Fúlvia Marchezi também auxilia as crianças a lidar com materiais específicos de desenho – o lápis utilizado no Ateliê, por exemplo, é mais macio, e os traços precisam ser mais suaves.

Agora as turmas começaram a treinar seus autorretratos no papel. Tem que observar com muita atenção todos os elementos do rosto para isso, como distâncias, medidas dos olhos, entre outros detalhes. “Quero descaracterizar o que foi aprendido até agora sobre desenho”, diz a educadora. Fúlvia explica que as crianças estão acostumadas a fazer um tipo de desenho que é padrão para crianças. “A ideia aqui é praticar a observação, fazê-los olhar atentamente para algo, e não fazer os mesmos desenhos de sempre. Depois eles vão colocar isso no papel.”

O estilo dos desenhos será totalmente livre para cada um escolher, mas Fúlvia também irá apresentar como referência algumas obras de três artistas que fizeram autorretratos: Frida Kahlo, Pablo Picasso e Amedeo Modigliani. Os autorretratos das turmas do 1º ano serão feitos na madeira, que é mais firme para eles desenharem, e depois serão unidos um ao lado do outro. Já o pessoal do 3º ano desenhará seus autorretratos em pedaços de pano, que serão costurados para formar a colcha.

Conhecer as histórias para contá-las do nosso próprio jeito

No encerramento do semestre do Ateliê Era Uma Vez…, do Ateliê-Escola, as crianças atuaram como verdadeiras contadoras de histórias! A gente já tinha falado aqui no blog sobre o repertório variado de histórias que elas conheceram e os elementos da narrativa que exploraram. E foi a partir deles que os pequenos conseguiram se apropriar das histórias para contá-las com suas próprias palavras.

O educador Márcio Maracajá convidou as crianças a identificar, em cada história, todos os elementos da narrativa. Elas também imaginaram como seriam detalhes como o cenário, os personagens e os figurinos e fizeram desenhos bem coloridos com canetinha. Com essas atividades, deu para conhecer tão bem a história, que nem precisava mais do livro para recontá-la.

Cada turma escolheu seu conto favorito para contar a uma outra turma da escola. Na EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho, que teve o encerramento no dia 23 de junho, cada sala optou por um: o conto africano “Ulomma: a casa da beleza”, a história de terror “Maria Angula” e o conto popular “As façanhas de Zé Burraldo”. “Ulomma” também foi o preferido da criançada da EMEF Professor Laerte Ramos de Carvalho, que se apresentou em 25 de junho. Já o pessoal da EMEF Alferes Tiradentes escolheu “Maria Angula” para contar no dia 2 de julho.

Todo mundo ensaiou muito, com a ajuda das professoras. O resultado foi bem bacana: as crianças da plateia prestaram bastante atenção e adoraram conhecer as histórias e os livrinhos que os participantes do ateliê fizeram com os desenhos dos contos. Ficaram tão caprichados, que as professoras da EMEF João Gualberto e da EMEF Laerte Ramos selecionaram alguns para expor na Feira Cultural das escolas em agosto.

Arte e movimento nas oficinas do 12º Matéria-Prima nas Férias

O ano começou com muita animação no Matéria-Prima Itapevi! Durante os dias 19 e 22 de janeiro, os filhos dos colaboradores da Eurofarma e dos prestadores de serviços das unidades Campo Belo, Freguesia do Ó, Interlagos e Itapevi participaram do 12º Matéria-Prima nas Férias. Foram quatro dias repletos de atividades e brincadeiras para as 77 crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos.

A garotada foi dividida em grupos para participar de oficinas com atividades corporais e manuais. As corporais colocaram todo mundo para se mexer! As atividades envolviam movimento, dança e brincadeiras como pega-pega e esconde-esconde. Nas oficinas manuais, o pessoal soltou a imaginação para fazer desenhos e pinturas.

O dia 21 também contou com passeios bem interessantes em Santana do Parnaíba, passando pelo centro histórico, pela Igreja Matriz e pelo Museu Casa do Anhanguera. Já no último dia foram realizadas Oficinas de Percussão com a educadora Simone Medeiros e a gincana Torta na Cara, na qual os participantes levavam uma bela “tortada” se errassem as perguntas!

Mão na massa para fazer máscaras de minotauro

As turmas do Ateliê Arte para Todos do Ateliê-Escola na EMEF Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré estão na reta final da criação do produto deste semestre: máscaras com argila e papel machê! Seguindo o tema “Rostos”, as atividades começaram com um exercício de desenho. Cada criança usou um espelho para observar o próprio rosto e desenhá-lo.

Depois, a educadora Fúlvia Marchezi mostrou como é o jeito certo de manipular a argila para fazer os moldes das máscaras. A sugestão foi de fazer máscaras do rosto de um minotauro, aquele personagem da mitologia grega que tem partes de humano e partes de touro. Usando cola e jornal, as crianças cobriram a argila com a técnica de papel machê. E agora estão dando cores às máscaras com tinta látex.

“Está sendo uma curtição total! As turmas nunca haviam mexido com argila e papel machê antes”, conta Fúlvia. Quando estiverem prontas, as máscaras vão ser instaladas para colorir as paredes da escola!

Minha Escola mais Bonita invade final de semestre no Ateliê-Escola

Nos dias 8 de novembro e 16 de dezembro, as EMEFs Professor Laerte Ramos de Carvalho, Professora Maria Lúcia dos Santos e João Gualberto do Amaral Carvalho se transformaram em espaços para muita arte e exposição. Isso porque as crianças do ateliê Arte para Todos finalizaram suas produções do percurso “Minha Escola mais Bonita”, que os educadores do Ateliê-Escola expuseram nas paredes das escolas suas obras!

EMEF Professor Laerte Ramos de Carvalho

De manhã, no dia 8 de novembro, o educador Renato Izabella instalou a produção do primeiro semestre das turmas dos 2os anos A e B. Os desenhos foram pintados e elaborados por cada criança, e agora estão embelezando a escola! Na instalação, o trabalho dos alunos se mesclou a figuras desenhadas no entorno, transformando todos os painéis em uma única composição, como se as figuras estivessem contando uma história. Confira:

EMEF Professora Maria Lúcia dos Santos

Na tarde do dia 8 de novembro, o pessoal do 3º ano A e 4º ano B mostrou nas paredes da escola seus painéis de madeira, que também foram mesclados a outros desenhos. O educador Renato fixou o resultado final das crianças, que é supercolorido e vibrante. Os desenhos trouxeram mais alegria para o refeitório. Vale muito a pena ver:

EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho

No dia 16 de dezembro, a galera do 1º ano A e 5º ano A preencheu as paredes da escola com o mosaico produzido ao longo do segundo semestre de 2013. Desta vez, a educadora Fúlvia Marchezi que ajudou os alunos, e a equipe do Ateliê-Escola instalou as obras no local. Quando unidas, as figuras formaram um único desenho! Veja: