Arquivos do Blog

Ateliê Canto em Grupo se apresenta na EMEF Carlos de Andrade Rizzini

As crianças do Ateliê Canto em Grupo da EMEF Carlos de Andrade Rizzini, do Ateliê-Escola, foram convidadas para se apresentar na Feira Cultural da escola! O evento aconteceu no dia 26 de setembro e reuniu estudantes, pais, moradores da comunidade, funcionários e professores da escola. As duas turmas do Ateliê se juntaram para essa apresentação, formando um grupo de 45 integrantes.

A educadora Luciene de Azevedo disse que as crianças estavam na maior empolgação – afinal, foi a primeira apresentação delas! O repertório escolhido foi de músicas que já são ensaiadas no Ateliê: “Canto do povo de um lugar”, de Caetano Veloso; “Minha canção”, de Luis Enríquez, Sergio Bardotti e Chico Buarque; “Catira do passarinho”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira; e “A roda”, de Pablo Bertola e Lido Loschi. A meninada fez dois ensaios em conjunto para se preparar para o evento.

A apresentação também teve a participação do educador Daniel Reginato, que tocou teclado. Luciene contou que todo mundo estava bem à vontade no palco, cantando com bastante afinação. Ao final, o pessoal recebeu muitos aplausos e elogios do público e do coordenador da escola.

No final do ano, além da apresentação para os pais, a garotada também vai passar de sala em sala para cantar uma música. Em novembro, a educadora ainda vai organizar saraus com as turmas do Ateliê. Os meninos e meninas poderão escolher entre cantar, dançar, recitar ou a forma que preferirem de apresentação – mas tem que relacionar uma música do Ateliê com assuntos que aprenderam em sala de aula.

Anúncios

Ateliê-Escola leva arte às paredes das escolas e maracatu para as ruas

O Ateliê Arte para Todos e o Ateliê Som e Movimento levaram as artes plásticas e a música para dentro e fora das escolas!

Ao longo deste ano, as turmas do Ateliê Arte para Todos criaram produtos diferentes sob a orientação dos educadores Fúlvia Marchezi e Renato Izabella. Um deles foram os pôsteres lambe-lambe. Cada criança teve sua foto impressa em preto e branco e ampliada em um papel A3. Depois, foram convidadas a pintá-las da maneira que quisessem. O resultado final foi um grande mural em cada escola feito com a técnica do lambe-lambe, que usa cola diluída em água para grudar os pôsteres na parede. Cinco escolas foram decoradas com esses pôsteres: EE Professora Amélia Moncon Ramponi, EMEF Professora Maria Lúcia dos Santos, EMEF Alferes Tiradentes, EMEF Carlos de Andrade Rizzini e EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho.

Os participantes do ateliê na EE Professora Amélia Moncon Ramponi e na EMEF Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré fizeram máscaras usando argila e papel machê. Eles observaram todos os detalhes de seus rostos para fazer moldes de argila, que foram cobertos com papel machê e coloridos com tinta látex, para serem expostos nas paredes das escolas. A EMEF Professor Laerte Ramos Carvalho e a EE Professora Amélia Moncon Ramponi ganharam outra instalação artística: painéis de mosaico. As crianças conheceram as técnicas de divisão, enumeração e contagem das pecinhas de azulejo para montar os painéis de mosaico dos desenhos que escolheram.

 

E o Ateliê Som e Movimento apresentou para os participantes as origens os instrumentos e o ritmo do maracatu! A educadora Mônica Santos ensaiou diversos toques e toadas com as crianças da EMEF Alferes Tiradentes e da EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho. As duas escolas se juntaram para fazer uma apresentação pelas ruas no entorno da EMEF João Gualberto, e toda a comunidade pode assistir! A turma da EMEF Alferes Tiradentes também se apresentou no fechamento da Mostra Cultural da escola.

Sessões Pipoca e apresentações musicais para fechar o ano no Ateliê-Escola

Os encerramentos do Ateliê Digital e do Ateliê Canto em Grupo tiveram apresentações especiais dos participantes nas escolas e nas Mostras Culturais!

O tema do Ateliê Digital deste ano foi animações em stop motion, uma técnica que usa uma sequência de fotos para produzir uma imagem em movimento. Os educadores Pyero Fiel e Renata Melo conversaram com a garotada sobre o surgimento da fotografia e da imagem em movimento. Os participantes criaram roteiros, cenários, personagens e storyboards para fazer exercícios de sequência fotográfica. Depois de todo esse preparo, fizeram suas próprias animações!

Na EMEF Carlos de Andrade Rizzini, na EMEF Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré e na EMEF Professor Laerte Ramos Carvalho, elas foram exibidas a outras turmas em Sessões Pipoca. Já na EE Amélia Moncon Ramponi e na EMEF Alferes Tiradentes, além das Sessões Pipoca, houve uma exibição das animações nas Mostras Culturais das escolas! O ateliê também ganhou um canal no YouTube para divulgar os vídeos feitos pelas crianças. Acesse neste link.

 

Os educadores Daniel Reginato, George Ferreira e Luciene de Azevedo organizaram as atividades do Ateliê Canto em Grupo em dois percursos: “Senhora Canção”, com grandes compositores da música brasileira, e “Nossas Raízes Sonoras”, com músicas influenciadas pelas culturas indígena, africana e portuguesa. As crianças fizeram exercícios de percepção corporal, registro sonoro e domínio vocal e conheceram mais sobre os aspectos culturais e musicais das canções do repertório.

Além disso, as crianças fizeram micro-oficinas a outras turmas da escola com jogos musicais e a apresentação de uma canção. Elas também fizeram apresentações finais aos pais, alunos e à comunidade escolar na EMEF Carlos de Andrade Rizzini, na EE Professora Amélia Moncon Ramponi, na EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho e na EMEF Alferes Tiradentes. As apresentações das crianças da EMEF Professor Laerte Ramos Carvalho e da EMEF Maria Lúcia dos Santos aconteceram durante as Mostras Culturais das escolas.

Das ruas para a escola: lambe-lambe no Ateliê Arte para Todos

Assim como o pessoal da EE Amélia Moncon Ramponi fez no primeiro semestre, os participantes do Ateliê Arte para Todos do Ateliê-Escola na EMEF Carlos de Andrade Rizzini e na EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho fizeram uma instalação supercolorida nas escolas usando a técnica de lambe-lambe!

O educador Renato Izabela começou o projeto mostrando às crianças várias obras de arte, desde a pré-história até os dias de hoje. Assim, elas ficaram ainda mais próximas do universo das artes visuais. Depois, a turma fez várias atividades de desenho e pintura, que incluíram exercícios com pontos, linhas, retas, curvas, cores e desenhos tridimensionais.

E, finalmente, chegou a hora de conhecer o lambe-lambe! Essa técnica é muito usada nas ruas de grandes cidades para passar uma mensagem, como a divulgação de um evento cultural ou manifestações políticas e sociais. Os participantes do ateliê fizeram pôsteres com suas próprias fotos, todas pintadas com giz pastel, da maneira que preferiram. As crianças participaram da instalação nas escolas, que foi feita usando uma mistura de água e cola para fixar os pôsteres na parede e formar um grande e bonito painel!

Ateliê-Escola começa o segundo semestre com novidades

O segundo semestre de 2014 do Ateliê-Escola começou com o pé direito e cheio de novidades! Agora são 7 ateliês além de um início de percurso diferente no Ateliê Canto em Grupo. Uau!

Neste semestre, os pequenos do Ateliê-Escola contam com o Ateliê de Jogos e Brincadeiras – que já acontece no Matéria-Prima Itapevi e São Paulo. Agora, os participantes que estudam nas EMEFs Professora Maria Lucia dos Santos, Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré e Alferes Tiradentes, e na EE Amélia Moncon Ramponi podem fazer as mesmas atividades que acontecem no Matéria-Prima. O novo Ateliê está sendo dado pela educadora Luana Batista.

Além disso, o segundo semestre do Ateliê Canto em Grupo começou mais interativo. Os educadores George Ferreira e Daniel Reginato organizaram Micro-Oficinas do Canto em Grupo nas EMEFs Professor Laerte Ramos de Carvalho e Carlos de Andrade Rizzini e na EE Amélia Moncon Ramponi. Funcionou assim: a cada edição, uma turma que não recebe o Ateliê era convidada para participar dos exercícios realizados pelas crianças. O objetivo era multiplicar os conhecimentos passados de um jeito envolvente e inovador. As turmas convidadas participaram das Micro-Oficinas apenas uma vez – e provavelmente ficaram com gostinho de quero mais, não é mesmo?

Recreio nas Férias reúne mais de 1200 crianças

De 23 a 27 de junho, 1221 crianças e jovens de 5 escolas públicas de São Paulo conheceram um pouco mais sobre as atividades realizadas no Matéria-Prima São Paulo com o projeto Recreio nas Férias. Dentro das escolas, os estudantes participaram de ateliês que costumam ser realizados no MPSP. O objetivo foi levar atividades recreativas e educativas aos estudantes durante o período de recesso escolar.

As escolas que receberam os ateliês foram as EMEFs Almirante Silvio Heck (323 crianças), Bernardo O’Higgins (307) e Carlos de Andrade Rizzini (248), CEUs Caminho Do Mar (225) e Alvarenga (90).

As atividades aconteceram durante uma semana, de segunda a sexta. Foram reservadas duas horas (de acordo com a disponibilidade da escola) para as atividades de três ateliês: Era Uma Vez…, Jogos e Brincadeiras e Som e Movimento.

O Ateliê Era Uma Vez… foi dado por três educadores: João Alves, que contou Histórias Espanholas; Carla Kinzo, que levou o tema “O mundo dos livros e suas diversas histórias”; e Suelen Ribeiro, que contou os “Contos e Cantos de Fadas”.

O Ateliê Jogos e Brincadeiras ficou por conta de dois educadores: Luana Batista, que fez brincadeiras e jogos adaptados, e Tábata Vieira, que fez um circuito de brincadeiras adaptadas.

No Ateliê de Som e Movimento rolou uma roda de capoeira, explorando a musicalidade e movimentos alternativos – dados pelo educador César Pedrosa.

Os estudantes também aprenderam noções de educação ambiental com Bruno Helvécio, que organizou jogos sobre o meio ambiente com foco nos cinco sentidos do corpo.