Arquivos do Blog

Ateliê-Escola: saiba como foram os encerramentos em cada ateliê

O Ateliê-Escola encerrou as atividades de 2016 com uma série de atividades e apresentações que envolveram os participantes dos ateliês, pais e comunidade escolar. Confira o que foi realizado ao longo de novembro e no início de dezembro!

As crianças do Ateliê Arte para Todos decoraram bancos da EE Professora Amélia Moncon Ramponi e muretas, corrimões e armários da EMEF Alferes Tiradentes com mosaicos coloridos. O 1º ano da EMEF Carlos de Andrade Rizzini desenhou retratos inspirados nas pinturas de Amadeo Modigliani, que foram colocados em uma placa de MDF e instalados em uma parede da escola. E a turma da EMEF Professora Maria Lucia dos Santos finalizou sua colcha de retratos, que será instalada na escola.

O encerramento do Ateliê Canto em Grupo foi marcado por diversas apresentações! Algumas delas aconteceram durante as Mostras Culturais da EE Amélia Moncon e das EMEFs Carlos Rizzini, Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré e Professor Laerte Ramos de Carvalho. Já as crianças das EMEFs Alferes Tiradentes e João Gualberto do Amaral Carvalho, além de outras turmas da EE Amélia Moncon e da EMEF Carlos Rizzini, se apresentaram em suas escolas para pais, alunos e funcionários.

Nas EMEFs Alferes Tiradentes e Carlos Rizzini e na EE Amélia Moncon, as turmas do Ateliê Jogos e Brincadeiras se juntaram para um dia de muita diversão, com várias brincadeiras regionais aprendidas no ateliê durante o semestre.

O Ateliê Era Uma Vez… organizou o lançamento e a entrega dos livros elaborados pelos participantes ao longo do semestre. As crianças da EMEF Maria Lucia dos Santos e da EE Amélia Moncon fizeram textos e ilustrações para recontar do seu próprio jeito as histórias que conheceram no ateliê.

As turmas do Viveiro Escola na EMEF Alferes Tiradentes foram presenteadas com vasinhos de mudas e participaram de brincadeiras no espaço do viveiro. Na EMEFM Professor Linneu Prestes, as crianças prepararam vitaminas deliciosas misturando frutas e ervas e hortaliças colhidas no viveiro: menta, couve, malva-cheirosa, malvavisco, hortelã, flor-de-cosmo, erva-doce, folha de pitanga e capim-limão.

Uma grande roda de capoeira foi realizada na Mostra Cultural da EMEF Laerte Ramos para finalizar as atividades do Ateliê Som e Movimento – Capoeira. Cada turma da EE Amélia Moncon também organizou uma roda para jogar capoeira.

O Festival de Animação do Ateliê Digital agitou a criançada da EE Amélia Moncon e das EMEFs João Gualberto e Antônio Carlos Sodré! Desta vez, os filmes em stop motion de cada escola foram exibidos em outra escola para que os alunos escolhessem o vencedor do Festival. As turmas premiadas receberam medalhas e um troféu. Além disso, os filmes feitos pelos participantes da EMEF Laerte Ramos no primeiro semestre e pelas crianças da EE Amélia Moncon neste semestre foram exibidos nas Mostras Culturais das escolas. Confira duas das produções deste ano:

Anúncios

Final de semestre com torta na cara e contação de histórias

No Ateliê-Escola, os Ateliês Jogos e Brincadeiras e Era Uma Vez… prepararam atividades especiais para encerrar o semestre! As crianças do Ateliê Jogos e Brincadeiras participaram de um campeonato muito divertido de perguntas e respostas, no estilo “torta na cara”. Os pequenos foram divididos em equipes e se revezaram para responder perguntas feitas pela educadora Luana Batista, envolvendo temas das atividades feitas durante o semestre.

O primeiro a bater na campainha tinha que responder a pergunta. Se acertasse, dava uma “tortada” de chantili no rosto do adversário. E se errasse, era ele quem ficava com a cara toda melecada! As três equipes que acertaram mais perguntas ganharam medalhas de ouro, prata e bronze, e a vencedora também recebeu um troféu. O campeonato foi realizado nos dias 27, 28 e 30 de junho nas EMEFs Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré, Alferes Tiradentes, Professora Maria Lucia dos Santos e na EE Professora Amélia Moncon Ramponi.

Já o pessoal do Ateliê Era Uma Vez… escolheu a história que mais gostou de conhecer durante o semestre para contá-la a outras turmas da escola. Foram selecionados os contos populares “Três desejos”, “Maria Angula” e “Rei cabeça de galinha”. Além disso, as crianças mostraram para os colegas os cadernos que fizeram com ilustrações dos contos apresentados pelo educador Márcio Maracajá no Ateliê. As apresentações aconteceram em 28 e 30 de junho nas EMEFs João Gualberto do Amaral Carvalho, Alferes Tiradentes e Professor Laerte Ramos de Carvalho.

Final de ano com apresentações, campeonatos e contações de histórias

No Ateliê-Escola, os Ateliês Canto em Grupo, Jogos e Brincadeiras e Era Uma Vez… também realizaram apresentações e atividades para marcar o encerramento do ano!

As turmas do Ateliê Canto em Grupo fizeram oito apresentações na EE Professora Amélia Moncon Ramponi e nas EMEFs João Gualberto do Amaral Carvalho, Professora Maria Lucia dos Santos, Professor Laerte Ramos de Carvalho, Carlos de Andrade Rizzini e Alferes Tiradentes. Algumas das apresentações foram assistidas por alunos e professores de outras turmas, e outras, pelos pais das crianças. Nas EMEFs Maria Lucia e Laerte Ramos, o pessoal do Ateliê cantou durante a Mostra Cultural das escolas.

O repertório incluiu músicas trabalhadas neste ano pelos educadores Daniel Reginato, Camila Nascimento, George Ferreira e Luciene Azevedo, que exploraram canções de mestres da música popular brasileira e ritmos populares. “Voa bicho”, de Milton Nascimento e Telo Borges e “O vento”, de Dorival Caymmi, estão entre as músicas que foram apresentadas entre os dias 18 de novembro e 1º de dezembro.

O Ateliê Jogos e Brincadeiras organizou mais uma edição do Campeonato de Jogos e Brincadeiras! É uma divertida competição entre as turmas com perguntas sobre os temas das atividades que a garotada fez durante o semestre. Se o participante errar a resposta ou se o adversário acertar, ele leva uma torta na cara. As equipes que ficaram em primeiro, segundo e terceiro lugar receberam medalhas de ouro, prata e bronze, e a vencedora ainda ganhou um troféu! A educadora Luana Batista conduziu os campeonatos na EE Professora Amélia Moncon Ramponi e nas EMEFs Alferes Tiradentes e Carlos de Andrade Rizzini nos dias 16 e 24 de novembro e 1º de dezembro.

E o pessoal do Ateliê Era Uma Vez… fez contações de histórias para turmas das EMEFs João Gualberto do Amaral Carvalho, Professora Maria Lucia dos Santos e Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré e da EE Professora Amélia Moncon Ramponi. Além disso, eles mostraram aos colegas os livrinhos que fizeram com registros e ilustrações dos contos lidos neste semestre junto com o educador Márcio Maracajá. As contações foram realizadas nos dias 19 e 27 de novembro e 7 de dezembro.

Festival de Animação, atividades no viveiro e vernissages para fechar 2015

Três ateliês do Ateliê-Escola encerraram as atividades de 2015 com uma programação especial! Veja o que os educadores prepararam para a criançada.

Nos dias 16, 17 e 18 de novembro aconteceu o 2º Festival de Animação do Ateliê Digital. Os participantes assistiram às animações em stop motion criadas pelos grupos nas EMEFs Doutor Antônio Carlos de Abreu Sodré, Carlos de Andrade Rizzini e João Gualberto do Amaral Carvalho e na EE Professora Amélia Moncon Ramponi. Em seguida, o educador Lucca Cardoso anunciou os vencedores de cada categoria: melhor filme, roteiro, trilha ou efeito sonoro, cenografia e o prêmio especial do júri.

Foi a maior empolgação! Algumas crianças até choraram de emoção ao receber as medalhas e troféus. Esta edição do Festival teve como jurados a radialista e fotógrafa Ana Marinovic, a fotógrafa e videomaker Juliana Pera, a produtora de TV Etiene Pimenta e o designer digital Raphael Motti. Você pode conferir as animações das crianças neste site.

No Viveiro Escola foram realizadas atividades diferentes nas escolas participantes nos dias 24 e 26 de novembro. O educador Bruno Helvécio organizou um piquenique de frutas no viveiro da EMEF Alferes Tiradentes, seguido de brincadeiras com as crianças. Na EMEFM Professor Linneu Prestes, duas das turmas plantou mudas nos canteiros preparados durante o semestre junto com o educador Julio Muller. Para encerrar o semestre com as outras duas turmas da EMEFM Linneu Prestes, o educador Pedro Massella preparou chás com as ervas cultivadas no viveiro pelos participantes do Ateliê.

O Ateliê Arte para Todos foi encerrado com vernissages nas EMEFs Professora Maria Lucia dos Santos, Alferes Tiradentes, João Gualberto do Amaral Carvalho e Carlos de Andrade Rizzini. Nos dias 23 e 26 de novembro aconteceram as inaugurações dos painéis de mosaico criados pelos participantes do Ateliê e inspirados no conto “Barba-Azul”, dos irmãos Grimm. As crianças acompanharam a instalação da plaquinha com informações sobre a obra e os autores e comemoraram com suco e bolo. A educadora Fúlvia Marchezi ainda mostrou vídeos de obras famosas feitas com mosaico: o Parque Güell, de Antoni Gaudí, o Jardim do Tarô, de Niki de Saint Phalle, e a Casa de Pedra, de Estevão Silva Conceição (conhecido como Gaudí Brasileiro).

2ª formação sobre horta escolar é realizada pelo Ateliê-Escola

Cerca de 30 pessoas participaram da segunda formação sobre horta escolar promovida pelo Ateliê-Escola (veja como foi a primeira). A formação aconteceu nos dias 21, 22 e 24 de outubro e reuniu professores, coordenadores e diretores de escolas públicas de São Paulo (SP). O CEI Cantinho da Criança levou inclusive a equipe da cozinha! A escola quer envolver todos os profissionais para implementar uma horta.

Os dois primeiros dias de formação foram realizados na sede do Matéria-Prima São Paulo. A bióloga e permacultora Flávia Cremonesi conversou com os participantes sobre a importância de criar uma horta na escola, alternativas para o cultivo e atividades de educação ambiental que podem ser feitas nesse espaço. Os educadores também puderam tirar dúvidas e compartilhar as experiências de sua escola.

Já no terceiro dia, a educadora Daniele Castro acompanhou os participantes em uma visita ao viveiro da EMEF Alferes Tiradentes, mantido pelo Viveiro Escola, do Ateliê-Escola. Eles conheceram o espaço, montaram sementeiras e uma horta em caixotes e finalizaram o encontro com uma confraternização.

Um viveiro cheio de recursos

Durante a visita ao viveiro da EMEF Alferes Tiradentes, os participantes puderam conhecer os diversos recursos usados para ajudar na manutenção do espaço. Um deles é o sistema de captação de água da chuva, composto por uma minicisterna de 200 litros e uma roda de bananeiras. A água armazenada na minicisterna é usada para regar as plantas. E quando tem bastante chuva, a água que transborda é direcionada para a roda de bananeiras, onde é absorvida em um buraco com folhas secas e galhos e aproveitada pelas bananeiras.

Os educadores viram diferentes jeitos de construir canteiros, com materiais como madeira, tijolo e pneus. Além disso, conheceram duas técnicas usadas no viveiro: a adubação verde, que prepara a terra para o plantio, e a técnica das plantas companheiras, na qual o plantio das espécies é organizado de uma forma que elas contribuam para o crescimento umas das outras. Uma das coisas mais legais é que a escola mobilizou todas as equipes para colaborar com o viveiro. A composteira é um exemplo disso – para fazer o adubo, as cozinheiras contribuem com restos de cascas de alimentos e a equipe de limpeza, com folhas recolhidas no pátio da escola.

Gustavo Weiss, professor de ciências da EMEF Alferes Tiradentes, quer envolver o pessoal do Ensino Fundamental II em atividades no viveiro, e participou da formação. Educadores de mais quatro escolas parceiras do Ateliê-Escola que pretendem implementar hortas também estiveram presentes: EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho, EE Professora Amélia Moncon Ramponi, EMEF Carlos de Andrade Rizzini e EMEF Professora Maria Lucia dos Santos.

Ateliê-Escola leva arte às paredes das escolas e maracatu para as ruas

O Ateliê Arte para Todos e o Ateliê Som e Movimento levaram as artes plásticas e a música para dentro e fora das escolas!

Ao longo deste ano, as turmas do Ateliê Arte para Todos criaram produtos diferentes sob a orientação dos educadores Fúlvia Marchezi e Renato Izabella. Um deles foram os pôsteres lambe-lambe. Cada criança teve sua foto impressa em preto e branco e ampliada em um papel A3. Depois, foram convidadas a pintá-las da maneira que quisessem. O resultado final foi um grande mural em cada escola feito com a técnica do lambe-lambe, que usa cola diluída em água para grudar os pôsteres na parede. Cinco escolas foram decoradas com esses pôsteres: EE Professora Amélia Moncon Ramponi, EMEF Professora Maria Lúcia dos Santos, EMEF Alferes Tiradentes, EMEF Carlos de Andrade Rizzini e EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho.

Os participantes do ateliê na EE Professora Amélia Moncon Ramponi e na EMEF Dr. Antônio Carlos de Abreu Sodré fizeram máscaras usando argila e papel machê. Eles observaram todos os detalhes de seus rostos para fazer moldes de argila, que foram cobertos com papel machê e coloridos com tinta látex, para serem expostos nas paredes das escolas. A EMEF Professor Laerte Ramos Carvalho e a EE Professora Amélia Moncon Ramponi ganharam outra instalação artística: painéis de mosaico. As crianças conheceram as técnicas de divisão, enumeração e contagem das pecinhas de azulejo para montar os painéis de mosaico dos desenhos que escolheram.

 

E o Ateliê Som e Movimento apresentou para os participantes as origens os instrumentos e o ritmo do maracatu! A educadora Mônica Santos ensaiou diversos toques e toadas com as crianças da EMEF Alferes Tiradentes e da EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho. As duas escolas se juntaram para fazer uma apresentação pelas ruas no entorno da EMEF João Gualberto, e toda a comunidade pode assistir! A turma da EMEF Alferes Tiradentes também se apresentou no fechamento da Mostra Cultural da escola.