Arquivos do Blog

Ateliê Itapevi + Verde leva jardins de ver e comer à EE Paulo de Abreu

O Ateliê Itapevi + Verde, do Matéria-Prima Itapevi, começou em 2014 uma parceria muito bacana com a EE Paulo de Abreu. Para ampliar as atividades do ateliê para além da sede, o pessoal do Matéria-Prima sugeriu construir um viveiro na escola. A direção da EE Paulo de Abreu topou a ideia e todo mundo colocou a mão na massa!

O viveiro foi construído como um apoio à horta que já existia por lá. As atividades do ateliê no ano passado, conduzidas pelo educador Bruno Helvécio, foram relacionadas à construção desse espaço e ao cultivo das primeiras mudas. Também foram usados conceitos de bioconstrução para montar o viveiro, que ganhou uma minicisterna, uma roda de bananeiras (saiba o que são aqui) e bancos de terra, que são feitos com sacos de terra crua (adobe) empilhados como tijolos.

E esse espaço também é aproveitado pelos alunos da escola! Uma vez por semana dois grupos do 6º ao 8º ano cuidam da manutenção do viveiro, acompanhados de seus professores e da educadora do MP Itapevi Estela Cunha, que também é responsável pelo ateliê. “Os alunos adoram participar, eles queriam até que acontecesse mais vezes por semana! Os professores aproveitam conceitos usados nas atividades do viveiro em outros trabalhos em sala também”, conta a vice-diretora da EE Paulo de Abreu, Rosângela do Espírito Santo Silva. “Essa liberdade do contato com a natureza é fundamental. O projeto acrescentou muito ao nosso trabalho com a horta”, diz Rosângela.

Neste ano, além das atividades no viveiro, o ateliê vai dar mais cores a outros espaços da escola. O pessoal fez uma pesquisa de quais lugares poderiam ter um jardim e propôs uma votação entre os alunos e a direção. Nos dois espaços escolhidos serão cultivados jardins de ver e comer, com hortaliças, temperos, plantas ornamentais e flores. Todo mundo está dando sugestões sobre o que pode ser plantado! Mas a turma do ateliê está observando todas as características dos locais para ver o que é possível cultivar, para depois preparar a terra e começar o plantio. No final do ano, os pais e alunos da escola serão convidados a conhecer os espaços e participar de oficinas de cultivo.

Um jardim de ver e comer para todos

Construir um jardim comestível! Este foi o convite de Bruno Elvecio (educador do Ateliê Itapevi+Verde) aos pais no “5° Encontro de Família”, realizado dia 11 de agosto na sede do projeto Matéria-Prima.

A proposta foi iniciar o cultivo de um jardim em que a vegetação não fosse apenas contemplada por sua beleza natural, mas que também pudesse ser degustada, aproveitando assim sua generosidade nutritiva. Um jardim para ver e comer!

No canteiro todos puderam conhecer plantas como hortelã, sálvia, poejo, lavanda, capim-limão, confrei, alecrim, arruda e manjericão. Em seguida, organizaram um viveiro de plantas onde pedras e telhas serviram para proteger mudas, que foram cuidadosamente envolvidas por terra contendo folhas e minhocas, para arejar e fertilizar o solo.

No encerramento do encontro, os pais prometeram retornar ao Matéria-Prima para testemunhar a evolução da vida no jardim e assim desfrutar de toda generosidade de nossa exuberante Mãe Natureza.

Confira as fotos!

Coordenados por Bruno Elvecio (educador do Ateliê Itapevi+Verde), familiares em atividade de canto!

Conhecendo o Ateliê Itapevi + Verde

O Ateliê Itapevi +Verde, desenvolvido no Matéria-Prima Itapevi, foi implantado neste ano e tem como objetivo ensinar as crianças a plantar e cuidar de flores, hortaliças, ervas para tempero, etc.

O projeto mais ambicioso desse ano para o Ateliê é que as crianças usem as áreas de terra de suas casas fazendo jardins de olhar e comer (com flores, legumes, ervas etc). Esses jardins serão feitos em grupo com a orientação da educadora responsável e com a participação das famílias.

A iniciativa é uma contribuição singela que nós todos (educadores e crianças) estamos fazendo ao projeto Quintais Produtivos da Embrapa. Nossa intenção é que as famílias passem a utilizar toda a área de terra de suas residências (incluindo vasos) para a criação e o cuidado desses “Jardins de Olhar e Comer”.

O projeto inaugural do Ateliê é a elaboração de um jardim suspenso de mudas suportadas por garrafas PET. Está sendo desenvolvido e algumas etapas já estão em andamento!