Arquivos do Blog

Matemática no dia a dia: crianças do Ateliê de Linguagem aprendem economia doméstica

Um projeto do Ateliê de Linguagem, do Matéria-Prima Itapevi, está ensinando as crianças sobre economia doméstica como uma forma de exercitar problemas de matemática com situações do dia a dia. O mais legal é que o pessoal da Turma C, que está realizando o projeto com a educadora Catiusca Borges, não apenas está criando e resolvendo problemas matemáticos, mas também está aprendendo conceitos de planejamento financeiro e levando isso para suas famílias.

Para começar, os participantes se dividiram em grupos e criaram famílias fictícias, pensando em todos os detalhes: quantas pessoas integram a família, quais as profissões, qual o salário de cada um, quais os gastos que eles têm por mês… Catiusca deu liberdade para as crianças escolherem o que quiserem – teve até um grupo que imaginou uma república de estudantes. Essa etapa envolveu muita pesquisa sobre profissões, salários, valores de contas de serviços como água, luz e telefone, entre outros. Os grupos ainda irão visitar o comércio local para pesquisar preços de bens de consumo no bairro.

Agora, a turma está elaborando planilhas financeiras no programa Excel para as famílias e calculando dados como renda familiar, quanto ela pode gastar por mês e quanto pode economizar. Em meio às atividades, eles também estão pensando em situações do dia a dia para criar e resolver problemas matemáticos com as quatro operações básicas, porcentagens, unidades de medida, decimais e outros conceitos. Esses problemas serão reunidos no final do ano para criar um jogo de cartas, que ficará disponível no MP Itapevi para todo mundo brincar.

Além de dar um sentido maior para os conceitos matemáticos por meio da relação com o cotidiano das crianças, Catiusca conta que o projeto está promovendo discussões bem interessantes entre a turma sobre planejamento financeiro e consumo consciente, fazendo com que eles reflitam mais sobre o valor das coisas que consomem.

Brincar e aprender no Ateliê Jogos e Brincadeiras

Aprender é sempre bom, mas quando a gente faz isso brincando, fica melhor ainda! E a proposta do Ateliê Jogos e Brincadeiras, do Ateliê-Escola, é justamente brincar de aprender. Os jogos e brincadeiras feitos com as crianças estão relacionados com temas que eles estudam em sala de aula, como matemática e português, além de assuntos como formas geométricas, reciclagem e partes do corpo humano.

A educadora Luana Batista explica que antes de começar as atividades ela conversa com as professoras das turmas para entender quais são os conteúdos em que as crianças precisam de uma forcinha a mais. Então ela retoma o assunto com a turma em sala de aula e faz adaptações de brincadeiras conhecidas incluindo o tema. É uma forma diferente e divertida de exercitar as coisas que eles aprenderam na escola.

A brincadeira de pique-bandeira, por exemplo, ganhou números ao invés de bandeiras. A turma é dividida em dois times, cada um com seu território. O objetivo é atravessar o território do adversário sem ser pego e tirar dois números que estão no final do campo. Luana pergunta um problema de matemática com esses números, e a equipe só ganha ponto se acertar! Se errar, o outro time tem a chance de responder e pontuar.

A competição é tratada de forma saudável: todos podem igualmente ganhar ou perder. E é muito legal ver as crianças se respeitando e aplaudindo quem ganhou! Luana reforça com a garotada que esse comportamento deve continuar no dia a dia. As atividades físicas também estão presentes nas brincadeiras: os pequenos correm, se movimentam e até mesmo aprendem o jeito certo de levantar, se cair. No final do semestre, os meninos e meninas mostram tudo que aprenderam em um campeonato no estilo “torta na cara”. Olha só como foi o do primeiro semestre!

Conheça o Ateliê de Linguagem, dedicado a língua portuguesa e matemática

Neste ano o pessoal do Matéria-Prima Itapevi passou a contar com um novo ateliê: o Ateliê de Linguagem. Nele, os participantes fazem atividades de língua portuguesa e matemática para ampliar a capacidade de leitura e escrita e desenvolver o raciocínio lógico. Todas as crianças do MP Itapevi participam desse ateliê duas vezes por semana, divididas em turmas com níveis diferentes.

Em cada turma, são formados grupos de quatro pessoas para fazer os exercícios. Assim, as crianças podem se ajudar com as dificuldades e trocar ideias sobre as atividades. “Quem ajuda também aprende, porque tem que pensar o conteúdo de uma maneira diferente para ajudar a resolver a dúvida do colega”, diz a educadora Maria Lúcia Vidal, que é responsável pelo ateliê junto com as educadoras Catiusca Borges e Renata Melo.

As atividades de língua portuguesa se baseiam em diferentes gêneros textuais, explorando a linguagem e a estrutura dos textos. Neste semestre, as turmas estão conhecendo crônicas, contos, fábulas, notícias, entrevistas e comentários de notícias – e elas também têm que criar seus próprios textos nesses gêneros. As crianças menores, que estão em fase de alfabetização, fazem textos coletivos e os leem para os colegas. Já as maiores escrevem individualmente e ajudam a revisar os textos umas das outras.

Os exercícios de matemática são feitos em forma de desafios, jogos e questões envolvendo números, grandezas, fórmulas… O importante é pensar bastante para chegar nos resultados! “Nesse ateliê, os participantes produzem o tempo todo. Lançamos desafios e colocamos eles na posição de leitores e escritores, sempre respeitando o tempo de cada um para fazer as atividades”, explica Maria Lúcia.

O ateliê não para por aí! Nos outros dias, as crianças preenchem o Diário do MP, um caderno para registrar tudo o que elas fizeram nos outros ateliês do MP Itapevi. Ao final de cada ateliê, a garotada cria textos para responder perguntas como “O que foi que fizemos hoje?”, “As atividades que nós fizemos hoje me fizeram pensar em…” e “Durante este ateliê eu descobri que…”, e completam com um desenho da atividade do dia.