Arquivos do Blog

Formação sobre música na escola para professores de Itapevi

Cerca de 180 professores da rede pública de Itapevi participaram de uma formação promovida pelo Matéria-Prima Itapevi em parceria com a Secretaria Municipal de Educação nos dias 2, 9 e 15 de junho. Pelo segundo ano, o tema da formação foi “Música na escola – um coro em cada escola”. Monitores e professores de artes, da Educação Infantil, do Berçário e de Atendimento Educacional Especializado (AEE) conheceram elementos da música, atividades que podem ser realizadas em sala de aula e um pequeno repertório de canções para começar as atividades.

O objetivo da formação foi oferecer elementos básicos para que os professores iniciem ou aperfeiçoem coros nas escolas. Quem deu as formações foi o maestro Vanderlei Banci, que é regente da Orquestra da Vila e gerente técnico da Divisão de Artes da Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos (SP). Este é o sétimo ano em que o MP Itapevi promove formações para professores do município.

Formação sobre contação de histórias para professores de Itapevi

Cerca de 85 professores e coordenadores pedagógicos de Educação Infantil da rede pública de Itapevi participaram de uma formação dedicada à contação de histórias! Foi a segunda formação de professores do ano realizada pelo Matéria-Prima Itapevi em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME) – veja como foi a primeira aqui. Os encontros foram realizados na SME nos dias 7, 18 e 21 de agosto.

A responsável pela formação foi a contadora de histórias e escritora Kiara Terra. Ela conversou com os educadores sobre o tema “História Aberta – Estratégias para Explorar os Elementos da Narrativa”, mostrando como é possível contar histórias de maneira interativa, com a participação das crianças.

Os professores conheceram formas de explorar os elementos da narrativa, como escolher e adaptar histórias e como lidar com temas mais difíceis de tratar com as crianças. Para tornar a contação um momento de interação, eles também viram maneiras de acolher as perguntas dos alunos e conduzir a história e como os objetos podem ser utilizados e ganhar diferentes significados na apresentação.

Música é o tema da formação de professores em Itapevi

Durante o mês de junho, mais uma formação de professores da rede pública de Itapevi foi realizada pelo Matéria-Prima Itapevi em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME). Os três encontros aconteceram na SME nos dias 12, 18 e 25, reunindo 115 professores de artes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

O tema desta formação foi “Música na Escola – Um Coro em Cada Escola”. Os participantes conheceram elementos da música, atividades que podem ser feitas em sala e um pequeno repertório para as primeiras aulas.

É um assunto muito importante, já que existe até uma lei que obriga o ensino de música nas escolas. Organizar um coro pode ser um bom caminho para isso! Quem conduziu os encontros foi o maestro Vanderlei Banci, que coordena a área técnica da Escola de Música do Auditório Ibirapuera e é chefe de divisão da área técnica de Artes da Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos (SP).

4ª Formação de Professores já começou no Matéria-Prima Itapevi

Desde o dia 13 de maio, aproximadamente 230 educadores participam da 4ª Formação de Professores do Matéria-Prima Itapevi na Secretaria Municipal de Educação. Este é um evento para os adultos – no caso, para os professores da região. Desde 2010, o pessoal do Matéria-Prima Itapevi reúne os professores da rede pública da cidade. Em 2014, o MP Itapevi atende os educadores que dão aulas para crianças de 4 a 5 anos ou que estão no primeiro ciclo escolar (1º, 2º e 3º anos). Os encontros seguem até 27 de maio e discutem especialmente a alfabetização e letramento dos pequenos.

Neste ano, o tema da formação é “Elementos das narrativas: Histórias de Medo e Coragem”. As aulas acontecem em dois momentos: um na parte da manhã (a partir de 8h) e outro à tarde (às 13h). Os educadores foram divididos em 4 grupos (A, B, C e D) e cada um participará de 3 encontros.

Quem está ministrando a formação é a contadora de histórias Kiara Terra. O encontro funciona como um curso, onde ela literalmente conta diferentes histórias para mostrar aos professores como eles podem abordar em sala de aula o tema “Histórias de Medo e Coragem”. Os encontros são regados a imaginação e até têm algumas encenações improvisadas!

No encerramento do dia 27 de maio, Kiara fará uma formação especial. Depois, todos os professores poderão dividir suas experiências.

Apresentações sacodem as escolas!

No mês de maio, o Ateliê Som e Movimento levou apresentações de maracatu para os recreios das EMEFs Carlos de Andrade Rizzini, João Gualberto A. Carvalho, Laerte Ramos Carvalho e Prof. Maria Lúcia dos Santos.

O objetivo era convidar os estudantes para participar das atividades desenvolvidas no Ateliê-Escola, durante o contraturno. Os ateliês acontecem entre 12h e 13h30 para 120 alunos do ensino fundamental nas dependências das unidades escolares e em parceria com o Programa Ampliar, da Secretaria Municipal de Educação. “O objetivo é iniciar as crianças no mundo da música por meio das brincadeiras populares, por isso escolhemos o Maracatu de Baque Virado”, explica Mônica Santos, educadora do Ateliê-Escola.

A iniciativa conta também com a parceria do Projeto Calo na Mão, que forneceu instrumentos musicais para as aulas. “Emprestamos 12 tambores e estamos construindo mais 12, menores e mais leves, especialmente para as crianças. Queremos acompanhar o desenvolvimento das atividades, e é também um pedacinho da gente nas escolas”, conta Luis Gustavo Silviano coordenador do Calo na Mão.

Confiram notícias sobre as apresentações publicadas nos blogs da EMEF Prof. Maria Lúcia dos Santos e EMEF Laerte Ramos de Carvalho.

Era Uma Vez nas escolas

O Matéria-Prima realiza, anualmente, encontros para formação de professores da rede municipal com o propósito de expandir o trabalho do MP para a cidade de Itapevi.

De 19  a 28 de setembro aconteceu o percurso de contação de histórias, ação que levou contos infantis para as salas de aula de seis escolas municipais de Itapevi: Cemeb Dourina de Gouvêa Nowill, Cemeb Antonio Frederico Castro Alves, Cemeb Santa Paula Elisabete Cerioli, Cemeb Cora Coralina, Cemeb Jardim Vitápolis e Cemeb Chácara Santa Cecília.

Professores e alunos participaram ativamente da contação de histórias, interagindo, dando nomes aos personagens, objetos e lugares, tornando a contação ainda mais envolvente. Esta ação é considerada pela Secretaria Municipal de Educação como uma atividade de formação in situ dos professores da rede municipal de Itapevi.

Os professores participantes receberão certificado da SME pela participação.

Kiara Terra conta histórias no Cemeb Antonio Frederico Castro Alves.

Alunas do Cemeb Antonio Frederico Castro Alves se divertem com a contação de histórias.

Elenira Peixoto conta histórias no Cemeb Jardim Vitápolis.

Alunos do Cemeb Cora Coralina assistem a contadora de histórias Kiara Terra.

DEPOIMENTOS –

“Toda a nossa equipe ficou maravilhada com a riqueza da contação de histórias. A Kiara é realmente uma profissional que sabe encantar não só as crianças, mas também pais e avós. Nós temos o Projeto Leitura que para ser completo deve conter a contação de histórias. E o que me chamou mais atenção foi o fato da Kiara desenvolver um trabalho tão rico e completo com objetos e materiais tão simples. Às vezes utilizamos o fato da falta de local e materiais adequados como desculpas para não realizarmos algumas atividades na escola. E com a vinda da Kiara, essa barreira foi rompida. Gostaríamos muito de poder contar com experiências tão ricas, quanto a contação de histórias. A nossa equipe agradece a oportunidade e parabenizamos a Eurofarma pela iniciativa.”

Maria do Carmo F. Bueno, Professora Coordenadora pedagógica
Cemeb Antonio Frederico Castro Alves

Maria do Carmo F. Bueno – Professora Coordenadora pedagógica.

“O Cemeb Dourina de Gouvêa Nowill teve o privilégio de receber em nossa escola a contadora de histórias Kiara Terra, que, com materiais improvisados, durante a contação construiu cenários com os quais as crianças poderiam usar a imaginação para vivenciar a história. Os alunos foram contemplados com duas histórias: “O rei que ficou cego”, extraída do livro de Ricardo Azevedo, e “A tartaruga que queria voar”, do livro da autora Lygia Fagundes Telles. O que nos impressionou foram os recursos utilizados para a contação das histórias que, aparentemente, não serviam para mais nada e de repente, num ato improvisado, ganhavam vida deixando as crianças entusiasmadas e atraídas pela história. Outro fator observado foi a didática utilizada para que os alunos participassem da história interagindo e dando nomes aos personagens, objetos e lugares, tornando a situação ainda mais envolvente. As crianças ficaram maravilhadas com a forma com que a contadora os convidava a construírem juntos a história, dando oportunidade para elas serem co-autoras desse processo de construção da imaginação. Tal fato proporcionou às crianças momentos de total envolvimento e concentração, fazendo valer a pena cada segundo dessa experiência. Gostaríamos de agradecer a oportunidade que tivemos de participar desse projeto que tornou esse dia único para nós e para nossas crianças.”

Obrigado.

Equipe gestora Elaine Ferreira de Castro e Patrícia Dantas de Sá.
Professores: Adriana Paula, Adriana Pereira, Cleonice, Clóvis, Josilene, Martha, Jaqueline, Roseli, Nero, Viviane Erika, Fabiana, Nely e Vanusa.
Alunos desta unidade escolar.
Cemeb Dourina de Gouvêa Nowill