Arquivos do Blog

Apresentações do Matéria-Prima no Festival Eurofarma

Quatro unidades da Eurofarma em São Paulo e Itapevi conheceram um pouquinho do que aconteceu nos ateliês do Matéria-Prima São Paulo e Itapevi em 2014 durante o Festival Eurofarma. Realizado entre os dias 1º e 4 de dezembro, o evento contou com apresentações de quatro ateliês nos espaços das unidades Itapevi, Freguesia do Ó, Campo Belo e Interlagos e alegrou a rotina dos colaboradores!

O Ateliê Matéria-Prima Encena, do MP Itapevi, fez um happening – aquela intervenção artística cheia de expressões e movimentos – sobre medo e coragem. A apresentação, orientada pela educadora Renata Melo, foi feita para as crianças da creche da Eurofarma. Já o Ateliê Percussão, também do MP Itapevi, fez um lindo cortejo de maracatu nas praças das unidades, acompanhado pela educadora Simone Medeiros.

As apresentações do MPSP ficaram por conta do Ateliê Canto em Grupo e foram organizadas pelos educadores Daniel Reginato e Camila Queiroz. Um dos grupos cantou músicas de Dorival Caymmi e Tom Jobim que falam sobre a natureza, e que fazem parte do percurso “Canções da Mata ao Mar”. E as outras apresentações, com canto e percussão corporal, eram parte do percurso “Canto das Águas”, com músicas brasileiras sobre a importância da água.

Canto em Grupo: passeios para ficar por dentro do tema “Da nata ao mar”

Os educadores Daniel Reginato e Andressa Feigel, do Ateliê Canto em Grupo do Matéria-Prima São Paulo, estão fazendo atividades com o tema “Da nata ao mar (canções dos mestres Caymmi e Jobim)” com as crianças do Grupo Azul. Em 18 de outubro, a turma visitou dois lugares que têm tudo a ver com essa proposta: o Auditório Ibirapuera e o Museu Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP).

No primeiro passeio eles tiveram a oportunidade de assistir aos ensaios da Orquestra Brasileira do Auditório (OBA) e do Coral da Escola do Auditório do Ibirapuera e a uma apresentação da Obinha, orquestra que reúne alunos de 12 a 15 anos da Escola do Auditório. Depois, a criançada conferiu uma exposição científica no Museu Oceanográfico chamada “The Future Ocean – Oceano do Futuro”, que mostra pesquisas e atrações sobre o mar e os cuidados que devemos ter para conservá-lo.

Ateliê Canto em Grupo do MPSP participa de Jubileu da Eurofarma

As crianças do Matéria-Prima São Paulo que fazem parte do Ateliê Canto em Grupo participaram do evento de Jubileu da Eurofarma, no qual foram homenageados os funcionários que trabalham lá há mais de 15 anos. E vocês acreditam que a meninada teve a responsabilidade de abrir a cerimônia? Demais, né?!

O evento rolou no dia 10 de abril, na parte da manhã, no Espaço Onix. Cerca de 300 pessoas, entre funcionários homenageados e familiares, ouviram a música de 20 participantes do Ateliê Canto em Grupo, com a regência do educador Daniel Reginato.

O repertório das crianças apresentou 4 canções de Tom Jobim e Dorival Caymmi. A meninada cantou “Garota de Ipanema”, “Samba de Maria Luiza”, Pescaria” e “A Correnteza”. A abertura do evento contou com o mestre de cerimônias Luigi Baricelli.

Canto em Grupo encerra atividades de 2013 em grande estilo no Ateliê-Escola

De 26 de novembro a 3 de dezembro, a criançada do ateliê Canto em Grupo soltou o gogó nas apresentações de encerramento do semestre.

As crianças apresentaram canções que foram baseadas no tema “Raízes Brasileiras”. Para isso, os pequenos contaram com a ajuda de músicos (clarinetista, violonista e percussionista).

Fizeram parte da apresentação os alunos das EMEFs Professor Laerte Ramos de Carvalho, Carlos de Andrade Rizzini, Alferes Tiradentes, João Gualberto do Amaral Carvalho e EE Amélia Moncon Ramponi.

EMEF Professor Laerte Ramos de Carvalho

No dia 26 de novembro, cerca de 200 pessoas viram as apresentações das turmas dos 3os anos A e B. A meninada cantou um repertório de sete músicas, que incluiu canções como “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim, e“Maracangalha”, de Dorival Caymmi, entre outras.

EMEF Carlos de Andrade Rizzini

A apresentação das crianças do Canto em Grupo também aconteceu no dia 26 de novembro. Lá, meninos e meninas das turmas dos 3os anos A e B soltaram a voz para cerca de 200 pessoas.

EMEF Alferes Tiradentes

A apresentação do final do semestre ficou por conta das crianças das turmas do 4° ano B e 3° ano A, no dia 29 de novembro. Cerca de 150 pessoas assistiram à cantoria.

EMEF João Gualberto do Amaral Carvalho

No dia 3 de dezembro, as turmas participantes dos 4os anos A e B e 3os anos A e B encerraram as atividades do ateliê soltando a voz para cerca de 100 pessoas. O repertório da meninada contou com quatro músicas.

EE Amélia Moncon Ramponi

Os participantes dos 4os anos C e D foram os primeiros a se apresentar na escola, no dia 5 de dezembro. A meninada contagiou com a música cerca de 150 pessoas.

Já o pessoal dos 5os anos C e D foi convidado a se apresentar na formatura da galera do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). O evento rolou no dia 6 de dezembro e reuniu cerca de 250 pessoas.

Raízes brasileiras no repertório do Canto em Grupo deste semestre!

O repertório do Ateliê Canto em Grupo do segundo semestre de 2013 fica por conta de grandes artistas da música brasileira que fazem parte das nossas raízes sonoras, como Dominguinhos, Tom Jobim e Pixinguinha. Como no semestre passado, as canções escolhidas para o 3º ano exploram a diversidade dos gêneros musicais e convidam as crianças a descobrirem novos compositores e ritmos:

  • “Xodó”, Dominguinhos;
  • “Benke”, Milton Nascimento;
  • “A Rosa”, Grupo Ponto de Partida (MG);
  • “Garota de Ipanema”, Tom Jobim;
  • “Samba na Areia”, Pixinguinha;
  • “Peixinhos do Mar”, domínio público (marujada – coco)

Já as escolhidas para o 4º ano são um pot-pourri com elementos musicais e gêneros que fazem parte da identidade brasileira, a partir das culturas indígena, africana e portuguesa: cirandas praieiras de Pernambuco; “Vamos todos Cirandar”, canção tradicional portuguesa:

  • Música africana: “Shosholoza”, hino tradicional da África do Sul;
  • “Cangoma”, domínio público;
  • Boi e Ijexá: “A onça”, domínio público;
  • “Nanã”, domínio público;
  • Música indígena: “Tso Ere Poma”, tribo Karitiana, CD Canções do Brasil;
  • “Araruna”, pesquisa de Marlui Miranda;
  • Música portuguesa: “As rolinhas rolam”, domínio público.